Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 20 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

OS TIRAS DA PESADA O MENSALÃO DOURADENSE E AS ELEIÇÕES DE OUTUBRO

8 Set 2010 - 14h56Por Wagner Cordeiro Chagas
Em agosto de 2008 tive um artigo publicado no jornal Diário MS e no site Fátima News intitulado “Os tiras da pesada”. O titulo foi uma referência ao filme Um tira da pesada, protagonizado pelo ator Eddie Murphy e muito famoso nos anos 1980. Naquele texto fiz uma comparação do ator com os agentes da Polícia Federal brasileira, descrevi o histórico dela e elogiei o brilhante trabalho desenvolvido por seus membros nas inúmeras operações que aconteceram ao longo da história desta instituição.
Desta vez, ao assistir nos principais noticiários nacionais o desmantelamento de uma organização criminosa que, segundo as investigações judiciais, desviou milhões de reais dos cofres públicos do município de Dourados-MS, vi-me na obrigação de elogiar mais uma vez esta importante instituição da República e também fazer uma reflexão sobre o escândalo do governo douradense.
A prisão no último dia 1º de setembro do senhor prefeito Ari Artuzi (PDT), da primeira-dama, do vice-prefeito, de 9 dos 12 vereadores, além de secretários da gestão Artuzi, por meio da Operação Uragano (furação em italiano) revelou um nojento esquema de desvio de verbas que eram utilizados para muitas coisas, dentre elas comprar alguns parlamentares.
Contudo, mais uma vez a inteligência da Polícia Federal no combate aos crimes cometidos por POLÍTICOS CORRUPTOS proporcionou descobrir toda essa maracutaia que prejudica os vários setores públicos daquele município.
Um ano antes, na Operação Owari, os tiras da pesada, já haviam mostrado que investigava há algum tempo os esquemas de desvio de verbas públicas por ali. Na ocasião cerca de 40 pessoas foram detidas. Desta vez a casa caiu para boa parte do primeiro escalão do governo de Ari Artuzi.
Infelizmente, o segundo município mais importante do estado de Mato Grosso do Sul tem de ser noticiado desta maneira. Dourados que tem grande importância para este e outros estados brasileiros, devido às varias empresas ali instaladas, as universidades – duas públicas (UFGD e UEMS) e duas particulares (UNIGRAN e Anhanguera) –, a diversidade cultural existente, não merece esse tipo de gente para administrá-la. É extremamente necessário neste momento que os cidadãos douradenses conscientes reflitam sobre a crise política em que está mergulhada e que nestas eleições saibam escolher melhor em quem votar.
A querida Dourados, a qual considero minha segunda cidade, pois tenho parentes, amigos e estudo desde 2005 na UFGD, merece e pode ter políticos sérios e comprometidos com o desenvolvimento econômico e social sustentável. Que os moradores possam ter paciência e esperar o desenrolar dos fatos. Que a Polícia Federal, considerada por pesquisas como a polícia mais respeitada do país, continue a desempenhar este brilhante papel no combate a corrupção. Que a justiça seja feita para que não se repita ali mais um caso de impunidade no Brasil e que você eleitor – o verdadeiro dono do poder – honre seu voto no dia 3 de outubro e não seja cúmplice de descasos como este.     

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'
LARANJADA
Deputados do PSOL distribuem laranjas na chegada de Bolsonaro à Câmara
AMOR A PROFISSÃO
Pedreira caprichosa viraliza com trabalho detalhista e ganha novos clientes
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
O Boticário apresenta Quasar Brave, venha conferir no O Boticário em Fátima do Sul
SUPERAÇÃO
Jovem que morou 5 anos nas ruas se forma em Direito
FENÔMENO
Maior superlua de 2019 iluminará o céu nesta terça, 19
FAMOSIDADES
Padre sertanejo acusado de ostentação cobra entrada de idosos para assistir programa
ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo