Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Orçamento de 2008 embute carga tributária maior

1 Set 2007 - 09h14
 A proposta orçamentária para 2008, encaminhada ontem pelo governo ao Congresso, projeta uma elevação da carga tributária de pelo menos 0,55% do Produto Interno Bruto (PIB) - o equivalente a R$ 15,1 bilhões - e um aumento nominal de 10,9% nas despesas da União em relação às deste ano - ou de R$ 51,2 bilhões. O crescimento previsto para a carga é uma vez e meia superior aos R$ 10,4 bilhões que o governo pretende gastar com seu principal programa social, o Bolsa-Família.

No cálculo do aumento da carga entraram apenas as contribuições e os impostos administrados pela Receita Federal e a contribuição ao INSS. Existem outras receitas, decorrentes de encargos como o salário educação e as taxas cobradas pelo uso de alguns serviços públicos, que não estão especificadas na proposta orçamentária. Por isso, o aumento da carga poderá ser ainda maior.

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, admitiu que os números do Orçamento apontam para um aumento da carga tributária, mas disse que eles refletem a expansão da atividade econômica do País. "Não tivemos nem teremos aumento de impostos", disse o ministro. "A receita está crescendo pela maior rentabilidade das empresas e maior formalização da mão-de-obra" Ele argumentou que, com o aumento da contratação de trabalhadores com carteira de trabalho, cresce a receita da Previdência.


INSS e contribuições federais
De fato, a arrecadação do INSS chegará a R$ 157,1 bilhões, ou 5,72% do PIB, de acordo com a proposta orçamentária. Para este ano, a previsão é de que a receita do INSS fique em R$ 137,3 bilhões ou 5,45% do PIB - o aumento da carga por conta da contribuição previdenciária será, portanto, de 0,27% do PIB.

Já a arrecadação de contribuições e impostos administrados pela Receita Federal foi projetada em R$ R$ 448,8 bilhões ou 16,35% do PIB, ante uma previsão de R$ 405,1 bilhões para este ano (16,07% do PIB). Assim, o aumento da carga por conta dos tributos federais será, portanto, de 0,28% do PIB.
 
 
 
Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai