Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 22 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Operadoras de celular Vivo e Oi podem mudar de donos

26 Abr 2007 - 10h19

A empresa espanhola Telefónica confirmou nesta quinta-feira (26) que está em negociações com a Portugal Telecom (PT) para decidir o futuro da operadora de telefonia celular brasileira Vivo.

Na terça-feira, o jornal espanhol El Confidencial afirmou que a Telefónica e a Portugal Telecom tinham chegado a um acordo para desfazer sua parceria na Vivo. A empresa espanhola ficaria com 100% da operadora de telefonia celular brasileira. Mas o anúncio desse acordo, segundo o jornal, depende da possibilidade de a Portugal Telecom substituir sua participação de 50% na Vivo por outro investimento no setor de telefonia celular brasileiro. O alvo principal seria a operadora brasileira Oi.

Ontem, o diário financeiro espanhol Cinco Dias também afirmara que a Portugal Telecom havia concordado em vender os seus 50% na Vivo para a Telefónica. Segundo o jornal, o principal obstáculo para que o negócio seja fechado era o valor de 3 bilhões de euros (R$ 8,3 bilhões) cobrado pela Portugal Telecom para vender sua participação.

A Portugal Telecom também confirmou ontem que está mantendo negociações com a Telefónica sobre o futuro da Vivo, mas negou que um acordo para a venda de sua participação já tenha sido concluído.

A Oi (ex-Telemar) também negou, na terça-feira à tarde, em comunicado enviado à Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), a existência de negociações com a Portugal Telecom. "Não existem, no momento, entendimentos, estudos ou tratativas relacionadas a eventuais investimentos da Portugal Telecom na Oi", informou a Oi.

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'