Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 21 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Operação Uragano: Geraldo Resende apoia trabalho da PF

2 Set 2010 - 08h06Por Fátima News com assessoria

Deputado diz que operação policial poderá esclarecer

 situação caótica da saúde pública de Dourados

 

         O deputado federal Geraldo Resende (PMDB) manifestou, nesta quarta-feira (1), apoio ao trabalho desenvolvido pela Justiça e pela Polícia Federal, que desencadeou a Operação Uragano em Dourados. O parlamentar disse que espera o desenrolar das investigações “com serenidade e espírito de justiça”.

         Para Geraldo Resende, que por diversas vezes manifestou preocupação com a situação principalmente da área de saúde em Dourados, a Operação Uragano poderá, finalmente, esclarecer as razões pelas quais o setor vem enfrentando tantas dificuldades, mesmo com o aporte considerável de recursos.

         O deputado, que viabilizou emendas para diversas ações na área de saúde, como a reforma de 10 postos de saúde e a construção de outros seis afirma que as essas obras somente tiveram início depois que ele ingressou com representação no Ministério Público.

“A gente, que trabalha arduamente para conquistar recursos para o custeio da saúde e vê as pessoas reclamando da má qualidade do atendimento, somente pode esperar que o resultado dessa Operação seja um fim a essa situação”, explica. O parlamentar disse esperar, ainda, que a Prefeitura finalmente inicie outras obras pendentes, como a reforma do Hospital da Vida; da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e da Clínica da Mulher, obras que já tem recursos garantidos e até agora não saíram do papel.

Por ocasião da Operação “Owari”, Geraldo Resende fez pronunciamentos da Tribuna da Câmara, demonstrando indignação com o fato de que recursos da saúde, tão arduamente conquistados, poderiam estar sendo desviados, conforme denúncia feita na ocasião.

“O dinheiro eventualmente desviado é o que faz falta na hora em que o cidadão não tem o remédio e nem as consultas ou exames nos postos de saúde”, afirmou na ocasião. “O dinheiro público que vai para corrupção também faz falta na educação, na assistência social e na infraestrutura”.

         Reafirmando que confia no trabalho da Polícia Federal e do Ministério Público, Geraldo lembra, no entanto, que somente a Justiça é que poderá julgar e condenar os possíveis culpados. “Temos que aguardar os desdobramentos e não condenar ninguém de antemão, para não correr o risco de cometer injustiças”, salientou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'
LARANJADA
Deputados do PSOL distribuem laranjas na chegada de Bolsonaro à Câmara
AMOR A PROFISSÃO
Pedreira caprichosa viraliza com trabalho detalhista e ganha novos clientes
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
O Boticário apresenta Quasar Brave, venha conferir no O Boticário em Fátima do Sul
SUPERAÇÃO
Jovem que morou 5 anos nas ruas se forma em Direito