Menu
SADER_FULL
terça, 25 de setembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Operação da polícia prende mais de 700 pessoas em todo País

23 Mar 2007 - 17h05
A Polícia Civil prendeu 606 pessoas foram presas e 105 foram recapturadas pelas polícias de todos os 27 Estados, durante uma operação deflagrada na manhã desta sexta-feira, 23. Segundo balanço divulgado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, foram feitos 206 flagrantes, 61 menores apreendidos, 671 mandados de busca e apreensão cumpridos e nove estabelecimentos comerciais fechados. Dos 14.314 veículos vistoriados, 568 foram apreendidos.

Na operação, 71 armas foram apreendidas, além disso, 223,7 kg de entorpecentes foram apreendidos por policiais civis que participaram da operação nas 641 cidades do interior do Estado. Só em São Paulo, 21 mil policiais participaram da ação, que foi coordenada por Mário Jordão Toledo, delegado-geral da Polícia Civil em São Paulo.

Durante a operação, um homem acusado de chefiar uma quadrilha que roubava laptops no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, foi morto. Anderson Barros Santana foi abordado, por volta das 8h30, pelos policiais da delegacia do aeroporto na Rua Doutor Gustavo da Veiga, no Jardim Miriam, também na zona sul.

Ao reagir à prisão, Santana começou um tiroteio e acabou sendo baleado. Ele foi encaminhado ao pronto-socorro Sabóia, mas não resistiu aos ferimentos. Na casa dele, foram apreendidos laptops roubados e uma moto, que policiais acreditam ser o veículo usado por Santana nos crimes. A ação fez parte da operação nacional que está sendo coordenada por Mário Jordão Toledo, delegado-geral da Polícia Civil em São Paulo e resultou na apreensão de drogas e armas nesta manhã.

Rio de Janeiro

No Rio, seis toneladas de carne suína com prazo de validade vencido foram apreendidas, na manhã desta sexta-feira, no município de Itaboraí, por policiais da Delegacia do Consumidor (Decon) durante a Operação Nacional das Policiais Civis. A mercadoria foi encontrada em um frigorífico clandestino que fornecia normalmente para diversos mercados daquela região.

Os 20 agentes da Decon, comandados pela titular da especializada, Andréa Menezes, prenderam Come Caetano dos Santos, de 48 anos, Robson Gonçalves da Silva, de 44 anos, responsáveis pelo local. Eles foram autuados por crime contra o consumidor, cuja pena varia de um a cinco anos de detenção. O proprietário do estabelecimento, Carlos Gustavo Rezende Guedes Maciel, não foi localizado, mas também será indiciado pelo mesmo crime.

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

VEICULO ROUBADO
Carro roubado é arrastado por onibus; suspeito ficou gravemente ferido
AMEAÇAS
Marilia Mendonça Denuncia ameaças após aderir à campanha contra Bolsonaro
FATALIDADE
Adolescente sai para jogar futebol com amigos e morre afogado
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Maura fala sobre transar com homem: 'Detestei'
CORRIDA SUCESSÓRIA
Ibope mostra Bolsonaro estagnado com 28% e Haddad cresce 3 pontos e vai a 22%
FUTEBOL
Pela sexta vez Marta é eleita a melhor jogadora do mundo
FUGA FRACASSADA
Tentativa de fuga termina com agente de cadeia e detentos feridos
ASSASSINATO
Por quebrar "pacto de sangue" homem é assassinado juntamente com amigo
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Mistérios sobre passado de Karola começam a ser revelados
CORRIDA PRESIDENCIAL
Haddad continua disparada em pesquisa do BTG e se consolida no 2º turno