Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Operação da Polícia cumpre 794 mandados de prisão em MS

23 Mar 2007 - 15h35

A Polícia Civil esta fazendo uma operação para cumprir pelo menos 794 mandados de prisão por homicídio em Mato Grosso do Sul. A operação segue nos 27 estados brasileiros e esta sendo planejada há pelo menos 20 dias, e teve início na segunda-feira, dia 19. Em âmbito nacional, a Polícia Civil deve cumprir pelo menos 900 mandados de prisão.

Na Capital  sul-matogrossense, a “caça aos bandidos” começou nas primeiras horas de hoje. Equipes e viaturas do Grupo Armado de Repressão e Resgate a Assaltos e Seqüestros (Garras), cerca de 20 policiais da Delegacia de Pronto Atendimento ao Cidadão (Depac) estão em buscas dos foragidos. Os policiais já cumpriram mandados nos bairros Cidade Morena, Moreninha II e bairro Nova Lima. Até o momento, a Polícia Civil não divulgou os nomes e nem quantos mandados foram cumpridos hoje. No interior do Estado, várias equipes foram acionadas para participar dessa operação

A assessoria de imprensa da Polícia Civil divulgará às 14 h as fotos dos presos e o número de mandados cumpridos. A apresentação será na Delegacia de Roubos e Furtos da Capital (Derf).

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico