Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 15 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

"Operação Cadeado" Exército treina militares na fronteira de MS

8 Nov 2010 - 08h16Por Mídia Max

A "Operação Cadeado", cuja finalidade é treinar tropas do Exército Militar, começou nesta segunda-feira e deve percorrer todas as cidades que fazem fronteira com o Paraguai e Bolívia até o dia 14 deste mês.

Esta é uma missão do Comando Militar do Oeste (CMO) que constitui em treinar os militares contra o tráfico fronteiriço e crimes ambientais nas regiões. Serão realizadas atividades de vigilância e patrulhamento em estradas, revista de pessoas e em veículos terrestres, aquáticos e aéreos.

A ação acontece em conjunto com a Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Civil (PC), Polícia Militar (PM), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Receita Federal, do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul.

Ao todo, foram designados 2.000 militares, 135 viaturas, oito embarcações e dois helicópteros.

A tropa saiu nesta manhã de Campo Grande em direção a Dourados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros
DICAS DE SERVIÇO DE HOSPEDAGEM NA WEB
Vai criar um blog ou um site?, saiba aqui tudo sobre o serviço de hospedagem
ALERTA NA NET
Golpe no WhatsApp engana usuários ao prometer brindes falsos de Natal