SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 23 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
15 de Setembro de 2004 08h32

Opep concorda em elevar produção de petróleo

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) elevou nesta quarta-feira sua cota oficial de produção em 1 milhão de barris por dia (bpd), ou 4%, disse um delegado do cartel, em uma tentativa de fazer os preços internacionais do produto caírem abaixo de US$ 40.

"Eles tinham que parecer responsáveis", disse Gary Ross, presidente da consultoria PIRA Energy em Nova York.

A cota de produção foi aumentada para 27 milhões de barris por dia. A decisão informada pelo delegado ainda precisa ser confirmada oficialmente pelo cartel.

Os ministros devem falar com jornalistas às 9h (horário de Brasília), antes de reunirem-se novamente, a portas fechadas, às 11h. Uma entrevista coletiva está marcada para as 12h.

O movimento de elevação não deve ter impacto significativo sobre a oferta atual de petróleo, uma vez que a Opep já estava produzindo em cerca de 28 milhões de bpd, acima da cota anterior.

"Falando na prática, a cota já havia sido suspenda, então onde ela se situa não é o importante", afirmou Alirio Parra, ex-presidente da Opep.

NOVA REUNIÃO

Outro delegado do cartel disse pela manhã que os ministros da Opep estão considerando uma nova reunião em 6 ou 7 de dezembro, no Cairo.

Ele acrescentou que a Opep concordou em apontar o ministro do Petróleo do Kuweit, Ahmad al-Fahd al-Sabah, como novo presidente do cartel, sucedendo o indonésio Purnomo Yusgiantoro.

Para o ministro do Petróleo do Irão, Bijan Zanganeh, a organização não irá decidir uma elevação de sua banda de preços na reunião desta quarta-feira. A banda de preços é de atualmente US$ 22 a US$ 28. "Parece que não poderemos decidir sobre isso, teremos que estudar um relatório técnico", afirmou ele.

 

Invertia

Comentários
Veja Também
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
Nossa_Lojas
FÁBRICA_CALÇADOS
Últimas Notícias
  
LÉO_GÁS_300
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.