Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 22 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Ongs sugerem adoção de políticas específicas

10 Ago 2004 - 15h00
O relatório elaborado por uma rede de 27 organizações não-governamentais de defesa dos direitos da criança e do adolescente mostra que, se não forem adotadas políticas específicas, o Brasil alcançará apenas três das oito metas previstas no documento Um Mundo para as Crianças. Trata-se de um acordo ratificado por 189 países, entre eles o Brasil, em torno de medidas para melhorar as condições de vida de meninos e meninas de todo o mundo.

Para alcançar essas metas, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou, em dezembro de 2003, o plano Presidente Amigo da Criança. Com base em indicadores colhidos entre 1990 e 2002, e nos investimentos que o governo Lula pretende fazer nos próximos anos na área da infância e da adolescência, a Rede de Monitoramento Amiga da Criança - formada por entidades como o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), a Fundação Abrinq e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) - elaborou o relatório Um Brasil para as Crianças, divulgado nesta terça-feira.

Segundo o relatório, o país conseguirá reduzir em um terço a mortalidade infantil. Também será possível, de acordo com o documento, diminuir em um terço o número de lares que não possuem saneamento e água potável a preços acessíveis, nem em 50 por cento o número de crianças em idade escolar que não estão matriculadas.

Mas o relatório também aponta a área em que o Brasil não está no rumo certo. Entre as metas que não deverão ser cumpridas estão a redução em um terço da taxa de mortalidade materna, a melhoria da qualidade da educação e a diminuição em um terço da desnutrição de crianças menores de cinco anos. Segundo o ministro Nilmário Miranda, da Secretaria Especial aos Direitos Humanos, a análise do governo sobre o relatório deve sair até outubro. Mas o ministro adiantou que o quadro de crescimento econômico e de retomada da geração de emprego no país é favorável ao cumprimento de mais metas.
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'