Menu
SADER_FULL
segunda, 17 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Onda de frio deixa 38 crianças mortas no Peru

20 Jul 2004 - 07h14
A onda de frio que atinge cinco regiões dos Andes peruanos já deixou ao menos 38 crianças mortas desde o final de junho. Foi decretado estado de emergência nestas localidades.

A ONU (Organização das Nações Unidas) informou ontem que irá entregar as autoridades locais US$ 750 mil para que sejam empregados na assistência à população afetada, informou o chanceler peruano, Manuel Rodríguez.

Na semana passada 13 crianças morreram de pneumonia. Elas moravam em áreas situadas a mais de 4 mil metros acima do nível do mar e onde as temperaturas chegaram a ficar 25 graus centígrados abaixo de zero, de acordo com o Ministério da Saúde.

O presidente peruano, Alejandro Toledo, declarou na sexta-feira estado de emergência por 60 dias nos departamentos de Arequipa, Cuzco, Puno, Huancavelica e Moquegua.

A intensa onda de frio no Peru deve-se à chegada de uma massa de ar frio vinda de zonas de grande altitude, que viajam pelo Pacífico entre o Peru e Chile, e que ao encontrar umidade causam fortes nevascas, explicou o meteorologista do Serviço Nacional de Meteorologia e Hidrologia do Peru (Senamhi), Nelson Quispe.
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros