Menu
SADER_FULL
domingo, 20 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Obesidade pode estar ligada ao consumo de proteína

11 Jul 2007 - 04h39
Um estudo sobre obesidade infantil realizado na Europa indica que a doença pode ter relação com a ingestão de altos teores de proteínas no primeiro ano de vida. Coordenado pelo Dr Berthold Koletzko, professor da Universidade de Munique, Alemanha, o Programa de Obesidade Infantil da União Européia (UE), tem por objetivo investigar e comprovar cientificamente a relação entre nutrição na primeira infância e os efeitos causados à saúde futura. Os primeiros resultados foram apresentados durante o 15º. Congresso Europeu de Obesidade, realizado em Budapeste, Hungria, em abril deste ano.
 
No estudo, um grupo de pesquisadores acompanhou os efeitos da alimentação no primeiro ano de vida de 990 crianças, desde o nascimento até dois anos de idade, entre outubro de 2002 e julho de 2006.
 
A análise comparou o crescimento de crianças que foram alimentadas com fórmulas infantis de alto teor protéico (3g de proteína / 100kcal nos primeiros 6 meses e 4,5g/100kcal nos 6 meses posteriores) com os níveis daquelas que foram alimentadas com fórmulas infantis com baixo teor de proteína (1,8g de proteína / 100kcal e 2,25g/100kcal, respectivamente). Um grupo alimentado com leite materno também foi acompanhado para referência.
 
Os primeiros resultados mostraram que as crianças alimentadas com leite materno e aquelas alimentadas com fórmulas infantis com baixo teor protéico tiveram taxa de crescimento semelhante, além de benefício metabólico e endócrino, com melhores índices de massa corporal, indicando, potencialmente, um menor risco de obesidade futura.
 
Para o coordenador do estudo - que fez palestra em congresso médico, no Brasil, em março deste ano - os dados obtidos são evidências da influência da nutrição no primeiro ano de vida. "Os resultados iniciais desde estudo mostram a importância do aleitamento materno em conjunto com o desenvolvimento da composição correta da fórmula infantil, além da escolha de uma alimentação complementar adequada", afirma Koletzko.
 
 
 
 
Dourados News

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos