Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

OAB pede providências ao Governo para solucionar caso

16 Ago 2004 - 17h18
 
O representante da Comissão de direitos humanos da OAB/Dourados, Márcio Fortine, diz que já entrou em contato com várias instituições do Estado que possam ajudar a solucionar o problema do 1o. Distrito Policial da Cidade.

Hoje pela manhã, a comissão fez uma vistoria no local e reconheceu que as celas não têm condições de receber os presos e estão interditadas pela Justiça. Por isso, três detentos estão algemados ao sofá, na sala da delegacia.

De acordo com a OAB, existem sete laudos periciais feitos em 2002 onde foram constatados que a delegacia não tinha condições de abrigar os presos. No início do ano seguinte, o governo do Estado teria participado de uma audiência pública e prometeu resolver a situação criando um presídio ou fazendo a reforma do 1o DP no prazo de seis meses.

“Como isso não foi cumprido, o juiz Celso Schuch agiu conforme a Lei. A delegacia não pode comportar mais presos, o presídio Harry Amorim também está superlotado. Cabe-nos cobrar providências aos órgãos competentes para resolver a situação”.

 
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação