Menu
SADER_FULL
sexta, 22 de junho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Novos cursos superiores terão que provar necessidade

30 Dez 2004 - 09h37
O Ministério da Educação (MEC) só vai autorizar a criação de faculdades e cursos superiores que comprovem, já no pedido de abertura, sua necessidade social e sua contribuição para o desenvolvimento regional. Elas deverão apresentar dados que demonstrem isso no momento em que solicitarem a licença de funcionamento. É o que determina portaria que será publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial. A exceção ficará por conta de cursos de alta qualidade e excelência, informou o chefe de gabinete do ministro Tarso Genro, Ronaldo Teixeira da Silva. A nova regra entrará em vigor no próximo dia 3, quando o MEC reabrirá o protocolo para pedidos de abertura de cursos e de criação de instituições de ensino. O protocolo está fechado desde maio. Embora nunca tenha divulgado os critérios objetivos para determinar se um curso atende à necessidade social, o MEC diz levar em conta o número de vagas já existentes na cidade em relação ao número de habitantes, assim como indicadores socioeconômicos, entre eles o Índice de Desenvolvimento Humano do município. A idéia é impedir a proliferação de faculdades de baixa qualidade ou mesmo a criação de cursos em que a oferta existente já é suficiente, como os de direito e medicina em determinadas regiões do país. Globo On Line.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HAJA CORAÇÃO
Neymar é o autor do gol mais tardio, em tempo normal, de uma Copa na história
COPA DO MUNDO
No sufoco, Brasil supera a Costa Rica e consegue primeira vitória na Copa do Mundo
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Rosa coloca fim em relação com Ícaro e ele toma atitude
SAUDE
Mulher dá a luz em calçada no Cajuru
FAMOSIDADES
Ex-apresentadora do ‘Vídeo show’, Alinne Prado sofre assalto a mão armada dentro de casa
RELIGIÃO
Padre é flagrado dando tapa em criança durante batismo
APOCALIPSE
André (Sidney Sampaio) é assassinado por Ricardo (Sérgio Marone)
DEMORA
Diesel cai R$ 0,62 em distribuidoras e apenas R$ 0,32 nos postos de MS
Brasil
Terceiro homem que assediou russa na Copa diz que “estão transformando um copo d’água em uma tempestade”
‘Alta Pressão’
Exército deflagra Operação para fiscalizar armamento e reduzir desvios para o comércio ilegal