Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 16 de setembro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Novas versões do vírus MyDoom podem atacar em breve

29 Jul 2004 - 07h00
O MyDoom.O, vírus de computador que atacou o Google e outros sites de busca nesta segunda-feira, está aos poucos deixando de ser um problema para servidores do mundo inteiro, disseram especialistas de segurança. Novas versões da praga, no entanto, podem surgir nos próximos dias e os usuários devem ficar alertas.

O MyDoom.O, que também causou um leve congestionamento na web, usa uma técnica "sutil" para se espalhar pela web. Os e-mails que chegam se passam por mensagens do provedor de internet do usuário e dizem que o computador da vítima está sendo usado por hackers para mandar spam (as mensagens não-solicitadas de correio eletrônico).

Uma vez que ele abre o arquivo anexo --supostamente usado para eliminar o problema do micro-- o computador é contaminado pelo MyDoom.O.

Segundo Jack Clark, especialista de antivírus da McAfee, ao site da "BBC" (news.bbc.co.uk), o ritmo de propagação do vírus está diminuindo, pois o Google e outros mecanismos de busca estão voltando ao normal. "Vamos ver uma diminuição [na velocidade de propagação] do MyDoom", afirmou.

Ele afirma, entretanto, que novos vírus --que usam as mesmas técnicas dessa praga virtual-- devem surgir nos próximos dias.

Evolução

Segundo especialistas de segurança, o novo MyDoom apresenta uma séria evolução em relação a seus antecessores. Além de procurar por endereços de e-mail no computador contaminado, a praga também usa mecanismos de busca, como o Google, para procurar novos endereços.

Os sites mais atacados foram o Google, o AltaVista, o Lycos e o Yahoo!. "Esse vírus apresentou uma nova técnica em propagação de e-mails, neste caso usando mecanismos de buscas da web", disse Clark.

"Você tem, potencialmente, dezenas de milhares de máquinas, cada uma gerando dezenas de milhares de pesquisas no Google. Isso é suficiente para tirar o site do ar", afirmou.

De acordo com a MessageLabs, empresa que filtra e-mails, cerca de 23 mil cópias do vírus foram bloqueadas nas primeiras cinco horas.
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO MEDONHO
'Pago boleto, compro calcinha': usuários de aplicativos de paquera relatam apuros e curiosidades
FAMOSIDADES
Belo sai de casa após flagrar traição de Gracyanne
ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
FAMOSOS
David Brazil causa ao expor bumbum de Anitta sem ela saber
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles