Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 20 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Nosso crescimento nos empolga, dizem criadores do YouTube

19 Jun 2007 - 14h38

Os dois fundadores do YouTube, Chad Hurley e Steve Chen, anunciaram oficialmente em teleconferência no início da tarde desta terça-feira (19) o lançamento da versão brasileira do site de vídeos (http://br.youtube.com). O projeto é parte de uma estratégia global que, além do Brasil, abrange França, Irlanda, Itália, Japão, Holanda, Polônia, Espanha e Reino Unido. "Estamos empolgados por estar crescendo", disse Hurley. 

 

No caso brasileiro, a "guinada nacional" do YouTube contempla também parcerias com grandes grupos de comunicação locais, entre eles a TV Globo. “(Nós) nos dedicamos bastante nos últimos meses para garantir que principalmente a TV Globo, devido a sua importância, estivesse presente no momento do lançamento”, afirmou o diretor geral do Google Brasil, Alexandre Hohagen.

 

Por meio do YouTube, a TV Globo vai disponibilizar, em um primeiro momento, um canal com vídeos dos melhores momentos da novela adolescente "Malhação" (http://br.youtube.com/malhacao). “As pessoas vão poder comentar, criar comunidades. Para a internet, é de um valor enorme", disse o executivo do Google. 

Os portais Terra e IG também fecharam parcerias com o site e poderão exibir seus vídeos no YouTube. 

 

Os executivos do Google acreditam que a localização dos serviços cria um ambiente mais apropriado para os anúncios, já que as propagandas on-line têm mais chance de atingir seu público-alvo. “Essa alternativa deve aumentar a relevância do ponto de vista do usuário e também dos anunciantes. Ao comprar uma campanha de links patrocinados em português, na página para brasileiros, os anunciantes devem obter mais refugiados”, afirmou Hohagen.

 

 Lacunas preenchidas

De acordo com Chen, fundador do YouTube, a inauguração das versões nacionais preenche uma lacuna que a barreira da língua impedia de ser preenchida. "Desde o começo, víamos (com atenção) esses outros países, mas é difícil 'globalizar' efetivamente, por causa da necessidade de tradução", afirmou.

 

Os fundadores do YouTube reconhecem, entretanto, que o site precisa se tornar ainda mais "amigável" para o usuário. “Ainda há muito o que criar no site, fazer upload com câmera de vídeo ainda é difícil, temos que melhorar", completou Chen.

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos