Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 19 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Nosso crescimento nos empolga, dizem criadores do YouTube

19 Jun 2007 - 14h38

Os dois fundadores do YouTube, Chad Hurley e Steve Chen, anunciaram oficialmente em teleconferência no início da tarde desta terça-feira (19) o lançamento da versão brasileira do site de vídeos (http://br.youtube.com). O projeto é parte de uma estratégia global que, além do Brasil, abrange França, Irlanda, Itália, Japão, Holanda, Polônia, Espanha e Reino Unido. "Estamos empolgados por estar crescendo", disse Hurley. 

 

No caso brasileiro, a "guinada nacional" do YouTube contempla também parcerias com grandes grupos de comunicação locais, entre eles a TV Globo. “(Nós) nos dedicamos bastante nos últimos meses para garantir que principalmente a TV Globo, devido a sua importância, estivesse presente no momento do lançamento”, afirmou o diretor geral do Google Brasil, Alexandre Hohagen.

 

Por meio do YouTube, a TV Globo vai disponibilizar, em um primeiro momento, um canal com vídeos dos melhores momentos da novela adolescente "Malhação" (http://br.youtube.com/malhacao). “As pessoas vão poder comentar, criar comunidades. Para a internet, é de um valor enorme", disse o executivo do Google. 

Os portais Terra e IG também fecharam parcerias com o site e poderão exibir seus vídeos no YouTube. 

 

Os executivos do Google acreditam que a localização dos serviços cria um ambiente mais apropriado para os anúncios, já que as propagandas on-line têm mais chance de atingir seu público-alvo. “Essa alternativa deve aumentar a relevância do ponto de vista do usuário e também dos anunciantes. Ao comprar uma campanha de links patrocinados em português, na página para brasileiros, os anunciantes devem obter mais refugiados”, afirmou Hohagen.

 

 Lacunas preenchidas

De acordo com Chen, fundador do YouTube, a inauguração das versões nacionais preenche uma lacuna que a barreira da língua impedia de ser preenchida. "Desde o começo, víamos (com atenção) esses outros países, mas é difícil 'globalizar' efetivamente, por causa da necessidade de tradução", afirmou.

 

Os fundadores do YouTube reconhecem, entretanto, que o site precisa se tornar ainda mais "amigável" para o usuário. “Ainda há muito o que criar no site, fazer upload com câmera de vídeo ainda é difícil, temos que melhorar", completou Chen.

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto