Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 17 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

No frio de Caxias, Santos tenta seu 1º ponto no Sul

1 Set 2004 - 09h32
O Santos deve vestir mangas compridas nesta quarta, às 21h50, para enfrentar o Juventude e o frio de Caxias do Sul em pleno inverno e tentando sair de uma gelada.

Além da mínima prevista de 14ºC, o time praiano perdeu todas as quatro partidas que jogou no Sul do país neste Brasileiro. Daquela região, nenhum ponto foi para o litoral paulista.

A equipe entrou em fria até contra o lanterna Paraná, em Curitiba, quando perdeu por 3 a 2, na primeira rodada do torneio.

De lá para cá, o líder do Brasileiro-04 tomou a rota do sul outras três vezes. O Figueirense venceu por 2 a 1 em Florianópolis, o Atlético-PR por 1 a 0 em Curitiba e o desesperado Grêmio, que também está na zona de rebaixamento, sapecou 3 a 1 em Porto Alegre.

Diante de um adversário com igual número de pontos --mas em terceiro no desempate-- e com três desfalques, conseguir o primeiro ponto pode ser mais complicado que o normal para o time de Vanderlei Luxemburgo.

O principal deles é Robinho, vice-artilheiro do Brasileiro com 17 gols, que se apresentou à seleção que pega a Bolívia pelas eliminatórias da Copa-06. Basílio formará o ataque com Deivid.

As outras ausências são do lateral-direito Paulo César, que sofreu lesão muscular na coxa direita no empate em 4 a 4 contra o Cruzeiro e corre o risco de ficar parado por 20 dias, e do goleiro Tapia, que foi convocado para jogar pelo Chile nas eliminatórias e coincidentemente estava suspenso por terceiro amarelo. Entrarão em seus lugares respectivamente os reservas Flávio e Mauro.

Luxemburgo também terá a volta do zagueiro André Luís, que pode ir para o Benfica no fim do ano, e do volante Fabinho. Ambos cumpriram suspensão.

A saída de Tapia é bem-vinda para parte da torcida santista, que vê o goleiro como um dos vilões da defesa supervazada: com 44 gols tomados, é a terceira mais fraca do Nacional, atrás de Vitória (48) e Paysandu (45).

Com a volta de Mauro, a baliza santista ganha um protetor com mais altura (1,97 m, contra 1,82 m de Tapia) e com menor média de gols sofridos no Brasileiro: tem 1,33 gol por partida, em apenas 3 jogos, enquanto o criticado chileno assinalou uma média de 1,5 gol tomado em 17 partidas.

Segundo números do Datafolha, Mauro perde de Tapia na reposição de bola. O titular tem índice de acerto de 68,1%, superior ao do reserva, que acertou a devolução em 59,4% das vezes.

A equipe gaúcha, que conta com a pressão da torcida no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, promete a mesma postura ofensiva que levou o time a vencer sete partidas dos 13 jogos em casa.

"O Juventude precisa impor seu ritmo e chegar aos três pontos", afirmou o técnico Ivo Wortmann.

JUVENTUDE
Eduardo Martini; Neto, Naldo e Thiago; Jancarlos, Lauro, Donizete Amorim, Lopes e Zé Rodolpho; Da Silva e Reinaldo Aleluia
Técnico: Ivo Wortmann

SANTOS
Mauro; Flávio, Antonio Carlos, André Luís e Léo; Zé Elias, Fabinho, Fabinho, Ricardinho e Elano; Deivid e Basílio
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul
Horário: 21h50
Juiz: Clever Assunção Gonçalves (MG)
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem atira em esposa e se mata com granada
SUPERAÇÃO
Pedreiro cadeirante enfrenta difilculdades e sustenta a família trabalhando em obras
GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'