Menu
SADER_FULL
quarta, 17 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

No ABC, São Paulo perde jogo e invencibilidade no Paulista

26 Mar 2007 - 04h25

Quatro dias após sofrer seu primeiro revés em quase seis meses --diante do Necaxa (MEX)--, o São Paulo voltou a perder. Dessa vez, o time do Morumbi foi superado pelo São Caetano por 1 a 0, neste domingo, no ABC paulista, e viu sua invencibilidade chegar ao fim, agora no Paulista-07.

O São Paulo permanece com 34 pontos, atrás do Santos, que lidera o torneio. No confronto deste domingo, a equipe são-paulina conviveu com o cansaço, após a desgastante volta do México, onde jogou pela Libertadores, na quarta-feira, e inúmeros desfalques. Foram oito, entre machucados, suspensos e convocados pelas seleções brasileira e equatoriana.

Poupado, Aloísio começou na reserva. Com um time bem diferente, o São Paulo voltou a jogar mal, como o próprio Muricy Ramalho havia admitido após a derrota em gramado mexicano.

No primeiro tempo, pouco produziu. Os atacantes considerados reservas Borges e Marcel foram peças nulas. Melhorou na etapa final, com a entrada de Aloísio. Até acertou a trave de Luiz, mas foi insuficiente para reverter o marcador.

O São Paulo tentará acabar com a série de duas derrotas seguidas na próxima quarta-feira diante do Rio Branco, em casa . No mesmo dia, o São Caetano, que soma 30 pontos e está em terceiro, tentará se aproximar ainda mais de uma vaga na fase semifinal contra o Bragantino, fora de casa.

O jogo

Ao sair para o intervalo, o zagueiro são-paulino Miranda resumiu a fraca atuação da equipe no primeiro tempo. "Estamos mal organizados. Assim fica difícil." A aparente desorganização somada aos inúmeros desfalques resultou no fraco desempenho.

O São Paulo chegou poucas vezes ao gol de Luiz. Quando conseguiu, pecou na finalização, como ocorreu com Marcel, aos 39min, que não conseguiu acertar a bola após cruzamento de Souza. O São Caetano, por outro lado, pouco incomodava Rogério Ceni.

Quando caminhava para um empate sem emoção, o meia Canindé aproveitou troca de bola no meio-campo, entrou livre pela esquerda e, aos 45min, tocou na saída do goleiro são-paulino. Para o segundo tempo, o São Paulo decidiu ousar mais. E quase foi recompensado. Logo no primeiro minuto, Hugo tentou um chute de fora da área.

A bola, que iria para fora, desviou em Maurício e quase enganou Luiz, que consegue espalmar para a linha de fundo. Com a entrada de Aloísio, o São Paulo se tornou ainda mais ofensivo. Chegou até a acertar a trave do goleiro adversário, aos 18min. Entretanto, dava espaços para o contra-ataque do São Caetano, que desperdiçou algumas chances para definir o placar.

Num dos melhores lances, aos 11min, Triguinho invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado. A bola passou bem próxima ao gol defendido por Rogério Ceni.

O jogo seguiu assim até o final. Enquanto o time do ABC paulista atuava no contra-ataque, o São Paulo tentava, de forma afobada, o gol de empate. Mas não conseguiu e viu sua segunda derrota seguida.

 

 

Folha

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'
MOTIVO FUTIL
Camera ajuda na indentificação de Homem que confessa ter matado mulher após falhar na "Hora H"
A CASA CAIU
Rapaz é agredido pelas sete namoradas que descobriram traição
SEGUNDO SOL
Beto confronta Karola: 'Você roubou a vida de outra mulher'
DEFICITÁRIAS
Correios fecham 02 agências no MS e 39 no país
VICENTINA - LEILÃO ELETRÔNICO
Justiça realizará leilão eletrônico de imóveis urbanos e trator de VICENTINA
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Conclusão do Comperj deve gerar 8 mil vagas em 2019
LUTO NO JORNALISMO
Morre Gil Gomes, jornalista policial, aos 78 anos, em São Paulo
SELEÇÃO BRASILEIRA
Brasil vence a Argentina com gol de Miranda nos acréscimos e conquista o Superclássico
HORARIO DE VERÃO
Início do horário de verão não será adiado, informa o Planalto