Menu
SADER_FULL
sábado, 19 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Néia cobra inspeção em terrenos baldio de Glória de Dourados

16 Ago 2007 - 10h10
A vereadora LUCINÉIA MARINHO DE OLIVEIRA-DEM requereu a Mesa, após ouvido o  Plenário da Câmara Municipal, a fim de que seja remetida cópia a  Médica Veterinária CARLA CORBUCCI, Diretora do Departamento Municipal de Vigilância Sanitária de Glória de Dourados, bem como, ao  Senhor, CARLOS KINTSCHEV, Fiscal Municipal de Vigilância Sanitária, “solicitando dos mesmos, efetuar a inspeção nos terrenos baldios localizados na Av. Presidente Vargas esquina com a Rua Rio Grande do Sul, Vila Industrial e tomar as providências cabíveis no sem tido de equacionar os problemas ora vivido pelos moradores que residem naquelas imediações, com a infestação de mosquitos, camundongos, cobras, etc.

O Presidente e  Vereadores: esta Vereadora recebeu várias reclamações dos moradores que residem nas proximidades dos terrenos baldios que estão localizados na Av. Presidente Vargas esquina com a Rua Rio Grande do Sul, nascente, Vila Industrial, onde, as famílias que residem naquelas imediações sofrem diariamente com os transtornos provocados pelas baratas, cobras, camundongos, pernilongos e outros insetos que ‘povoam’ naqueles terrenos baldios. Esta Vereadora esteve presente, e fez uma inspeção ‘in loco’, onde constatamos a existência de ratos, baratas, pernilongos e animais peçonhentos que representam perigos aos moradores adjacentes, também há uma grande proliferação de mosquitos que podem causar vários tipos de doenças, além de aranhas, baratas que podem provocar alergias, ratos que podem transmitir o vírus da leptospirose,  servindo ainda aquele local para abrigar animais peçonhentos, no caso, cobras.
 
Não obstante a todos estes problemas verificados, podemos verificar também que além do abandono do proprietário ou proprietários dos terrenos mencionados e localizados em área nobre da nossa cidade, constatamos também que um volume muito grande de lixos domiciliares, madeiras em estado de semi decomposição e um grande número de ferros velhos, tipo sucatas. Portanto, atendendo ao clamor dos moradores que margeiam aqueles terrenos e observando os riscos à saúde daquelas famílias, conforme observamos, há de se tomar providências cabíveis e, nada melhor neste momento que, requerermos junto às autoridades do setor competente para que tomem as medidas de praxe.

 
Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado