Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 15 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Naviraí: Homem que matou mulher a golpe de desempenadeira pega 14 anos

9 Out 2010 - 08h34Por Portal do MS

José Luiz Alves da Cruz, 31 anos, que matou a sua esposa Maria Aparecida da Silva, 33 anos, foi condenado a 14 anos de prisão. O crime ocorreu em dezembro de 2007 no bairro Jardim Paraíso em Naviraí.

O julgamento aconteceu este ano. A prática utilizada por Alves no crime chocou a população na época. Em poder de uma desempenadeira de aço (ferramenta utilizada por pintores) ele efetuou vários golpes contra o pescoço da vítima que foi quase degolada.

O crime em si teria ocorrido após a vítima tentar impedir a sua filha de ser agredida por Alves. Ela foi arrastada para o fundo do quintal de sua casa onde foi morta. Após cometer o crime, Alves tentou suicídio após se jogar sobre um veículo que passava na BR-163, próximo ao Trevo das Araras. Ele foi encaminhado até a Santa Casa da cidade onde foi medicado e de lá foi transferido para o Presídio local até a data de julgamento onde permanece até os dias de hoje.

ARREPENDIMENTO

Segundo informações apuradas pela reportagem do Jornal Portal do MS, José Luiz Alves que é pai de três filhos se converteu e virou Evangélico dentro do presídio. Consta que ele teria se arrependido do crime cometido.

RÉU PRIMÁRIO

Esta não foi a primeira vez que Alves foi condenado. O mesmo havia respondido processo por porte ilegal de arma de fogo, não sendo mais réu primário.

VIDA NA CADEIA

Informações apuradas pela reportagem, Alves leva uma vida tranqüila na cadeia e poderá sair antes mesmo de cumprir toda a sua pena imposta de 14 anos. Atualmente, além de ter virado Evangélico, ele trabalha na cozinha do presídio como auxiliar. A cada três dias de serviço, ele ganha um dia de remissão na pena.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat
SOLIDARIEDADE
Jovem faz campanha para pagar cirurgia de cachorro que vive com tumor 'gigante'