SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 17 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
24 de Setembro de 2004 08h01

Nasce primeiro bebê após transplante de ovário congelado

O nascimento de um bebê após um transplante de tecidos de ovário conservados congelados em uma mulher que passou por uma quimioterapia foi anunciado por especialistas belgas em um artigo da revista médica britânica "The Lancet", divulgado na internet nesta sexta-feira.

A mãe, uma belga de 32 anos, deu à luz a uma menina de 3,72 quilos, que passa bem, às 19h05 de quinta-feira, em Bruxelas, informa a revista.

"É o primeiro caso de nascimento com vida após um bem-sucedido transplante de um fragmento de ovário tirado da paciente e depois congelado, antes do início da quimioterapia, segundo um procedimento denominado autotransplante ortotópico (na cavidade pélvica) de tecidos de ovário criopreservados", acrescenta o texto.

De acordo com seu principal autor, o professor Jacques Donnez, da Universidade Católica de Lovaina, este resultado "abre novas perspectivas para as mulheres que enfrentam uma insuficiência ovariana precoce ou menopausa precoce, produto de uma quimioterapia ou radioterapia, que anula qualquer possibilidade de gravidez".

"A crioconservação deverá ser proposta a todas as mulheres jovens que receberem um diagnóstico de câncer, junto com as outras opções existentes para preservar sua fertilidade (maturação in vitro de ovócitos imaturos, congelamento do embrião etc)", acrescenta.

Graças ao procedimento, a mulher pôde ter seu bebê sete anos depois que seus tecidos ovarianos foram congelados, antes do início de seu tratamento contra a doença de Hodgkin (uma variedade de linfoma).

Com isso, apesar de a terapia tê-la deixado estéril, a jovem voltou a menstruar e ovular, cinco meses após o transplante, e ficou grávida por fecundação natural 11 meses depois.

Em março de 2004, especialistas americanos disseram na "The Lancet" ter realizado um experimento similar com uma mulher de 30 anos, que ficou estéril após uma quimioterapia para curar um câncer de mama. Após recorrer à fertilização in vitro e a um implante de embrião, a gravidez não aconteceu.

Tanto a quimioterapia quanto a radioterapia podem alterar a fertilidade dos pacientes cancerosos, homens e mulheres.
 
Folha Online
Comentários
Veja Também
HERBALIFE_300
LÉO_GÁS_300
FÁBRICA_CALÇADOS
Últimas Notícias
  
FÁBRICA_CALÇADOS
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.