Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 22 de julho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Não cumprimento de LRF pode resultar em prisão ou cassação

7 Jul 2004 - 08h10

O não cumprimento da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) por parte das prefeituras do Estado é também uma espécie de lei penal paralela, que pode causar a prisão ou mesmo a cassação do responsável pelo município. Pelo menos é o que garante o presidente do TCE (Tribunal de Contas do Estado), José Anselmo dos Santos, que durante entrevista ao programa Bom Dia MS, da TV Morena, falou sobre o assunto.

De acordo com ele, o período de carência e tolerância para os prefeitos já passou e depois de quatro anos de implantação da lei não há como fazer nenhum tipo de protelação. O presidente explicou ainda que o TCE já percorreu 64 municípios do Mato Grosso do Sul com encontros regionais para repassar aos prefeitos e dirigentes municipais como a LRF deve ser seguida e, segundo ele, a meta é atingir 100% do Estado este ano “para que ninguém alegue ignorância”.

Em vigor desde maio do ano 2000, a LRF prevê que nenhum prefeito pode deixar dívidas para o sucessor sem que haja verba em caixa para efetuar o pagamento. Mesmo os salários de servidores do mês de dezembro deverão estar em dia em janeiro.

Além disso, a partir do dia 30 de abril é necessário que os dirigentes municipais comecem a traçar um plano de controle para manter o padrão de rotina das contas. Novas obras que não serão concluídas no mesmo mandato não poderão ser começadas.

Fica proibida também a movimentação de funcionários, como contratações ou exonerações. Todos os meses as prefeituras são obrigadas a repassar para o TCE um balancete sobre as contas do mês e, ao término do mandato, um balanço geral. Conforme explicações de José Anselmo, a medida é para “evitar heranças problemáticas”.

Hoje, a partir das 14h30, os prefeitos de municípios do Estado devem participar do lançamento da cartilha “Contas públicas em final de mandato”, dirigida especialmente para os prefeitos e agentes públicos que estão encerrando o mandato este ano. Está divida em 13 capítulos e trata de assuntos como a LRF “Obrigação de Despesas” entre outros.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONCURSOS
Ao menos 12 órgãos abrem inscrições para preencher quase 800 vagas
VICENTINA SENDO REPRESENTADA NO RJ
Vicentina será representada no Internacional de Masters South América de Jiu-jitsu no Rio de Janeiro
POLITICA
'Falar que passa-se fome no Brasil é uma grande mentira', afirma Bolsonaro
NOVELA GLOBAL
Maria da Paz se recusa a enxergar caráter de Josiane em 'A dona do pedaço'
REGIME SEMIABERTO
Goleiro Bruno deve sair da cadeia no fim da tarde desta sexta-feira
CASO RARO
Bezerro de seis patas chama atenção moradores de Santa Helena – Veja Vídeo
MONSTRUOSIDADE
Vizinho é preso suspeito de estuprar e estrangular menina de 8 anos
CASA PRÓPRIA
Recurso de R$ 1 bilhão é destinado ao Minha Casa, Minha Vida
VIDA SAUDÁVEL
Homem mais velho do Brasil falece no Rio de Janeiro
BASTA DE IMPRUDÊNCIA
Enlutada pelas mortes, população deixa faixa contra imprudência na PR-082