Menu
SADER_FULL
terça, 17 de setembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Municípios podem deixar de cumprir LRF

10 Abr 2007 - 11h04

Estudo da CNM (Confederação Nacional de Municípios) indica que cerca de 500 municípios, a maioria do Norte e Nordeste, podem não cumprir a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) por causa do reajuste do salário mínimo para R$ 380. A LRF limita o gasto das prefeituras com a folha de pagamento em 54% da receita.

A CNM - organizadora da 10ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que começa hoje e vai discutir, entre outras coisas, o impacto do salário mínimo nas contas municipais - sugere que seja criado um fundo de compensação de R$ 400 milhões por ano para os municípios que correm o risco de extrapolar o limite da LRF.

O último relatório elaborado pela Secretaria do Tesouro Nacional sobre as receitas e despesas de 4.163 municípios em 2005 mostra que 261 municípios não cumpriram a LRF e que 499 gastavam entre 50% e 54% da receita com pessoal.

"Esses [499] municípios estão enquadrados no limite de gastos com pessoal e podem estourar o limite por causa do aumento do salário mínimo", disse Augusto Braun, diretor técnico da CNM.

Segundo levantamentos feitos pela CNM e pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), cerca de 60% da folha de pagamentos da maioria dos municípios do Nordeste e cerca de 50% dos funcionários municipais da região Norte recebem até 1,5 salário mínimo.

Nessas cidades, o reajuste de 8,57% no salário mínimo vai gerar uma despesa extra de 5,14%.

Corte de pessoal - A CNM concluiu, em seu estudo, que, "além de [os municípios] terem de demitir pessoal, a prestação de serviços à comunidade vai piorar. Se mesmo demitindo pessoal não lograrem atingir o limite de gastos permitido [em oito meses], serão punidos com a interrupção das transferências de recursos da União e dos Estados".

Um dos municípios prestes a descumprir a LRF é Picuí (231 km de João Pessoa). Segundo o prefeito da cidade, Rubens Germano Costa (PSDB), em 2006 o gasto com a folha de pagamento atingiu 53,7%.

"Eu fiquei no limite prudencial. Então, se não houver ampliação de receitas no meu município, eu vou ter que dar o reajuste salarial e fazer ajustes no quadro de pessoal, o que pressupõe cortes, principalmente de cargos comissionados", disse Costa, que também é presidente da Federação das Associações de Municípios da Paraíba.

A Paraíba é o Estado em que mais funcionários municipais recebem até 1,5 salário mínimo - 65,15%.

Compensação - A proposta da CNM ao Congresso Nacional é a de criar um fundo de compensação de R$ 400 milhões por ano para os municípios que podem extrapolar o limite da LRF por causa do aumento do salário mínimo.

O Ministério da Fazenda, contatado pela reportagem, não respondeu ontem se há previsão orçamentária para a criação de um fundo desse tipo.

Além da compensação, a CNM espera o repasse de R$ 6 bilhões, que se referem ao aumento de um ponto percentual (de 22,5% para 23,5%) no Fundo de Participação dos Municípios - bolo de tributos partilhado com as prefeituras pela União - e à implantação do Fundeb, o fundo para educação básica.

Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO MEDONHO
'Pago boleto, compro calcinha': usuários de aplicativos de paquera relatam apuros e curiosidades
FAMOSIDADES
Belo sai de casa após flagrar traição de Gracyanne
ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
FAMOSOS
David Brazil causa ao expor bumbum de Anitta sem ela saber
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles