Menu
CACAU SHOW FÁTIMA DO SUL 0
sábado, 19 de outubro de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Municípios não precisam de depósito para contestar débito

31 Mar 2007 - 10h37

Em decisão unânime, os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) julgaram procedente a Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) 1.074, ajuizada com pedido de liminar pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), que questionava a constitucionalidade do artigo 19 da Lei 8.870/94.

A entidade alegava que o dispositivo ofenderia os incisos XXV e XL, do artigo 5º, da Constituição Federal, ao exigir depósito prévio de débito com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para o ajuizamento de ações judiciais.

Para ela, tal determinação representaria cerceamento de acesso ao Poder Judiciário.

 

 

 

COnjuntura Online


Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
A Dona do Pedaço: Maria da Paz dá rasteira em Fabiana
ECONOMIA
Dólar sobe para maior valor desde 23 de setembro com discurso de presidente do BC
PANICO NO AEROPORTO
Assalto em aeroporto três criminosos são mortos e vitimas feridas
BOMBASTICO
Líder do PSL na Câmara afirma em áudio que vai 'implodir' Bolsonaro
DESABAMENTO DE PRÉDIO
Fortaleza: sob escombros, vítimas telefonam e jovem faz selfie
VICENTINA EM DESTAQUE
Vicentinense é destaque na São Paulo Fashion Week
ROMARIA
Romeiros saíram nesta quinta, 17, de Fátima do Sul para Aparecida do Norte
DESCARGA ELÉTRICA
Mulher morre após levar choque em máquina de lavar
MISTÉRIO
Mulher é morta e jogada no rio; filho de quatro anos da vítima estava em carro abandonado
ABUSOS À CRIANÇAS
Três meninas são abusadas pelo avô em troca de doces