Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Município de Itaporã terá R$ 759 milhões para usina álcool

20 Abr 2007 - 10h35
O presidente do Grupo Eldorado, Benedito Coutinho, anunciou investimentos de R$ 750 milhões, em parceria com investidores estrangeiros, na primeira usina de açúcar e álcool em Itaporã, num dos maiores empreendimentos sucroalcooleiros anunciados no Estado até agora. A indústria tem previsão de começar a operar na safra de 2010.

O lançamento do projeto ocorreu na tarde de ontem na Câmara de Itaporã e foi assistido por mais de 150 convidados – dentro e fora do plenário, grande parte de produtores rurais do município, que hoje têm na soja, milho, arroz irrigado e na pecuária sua base econômica.

Esse grupo possui duas usinas em funcionamento em Mato Grosso do Sul: uma em Nova Andradina e outra em Rio Brilhante. E os planos do Eldorado são ambiciosos: além de Itaporã, o grupo pretende montar mais duas unidades em Dourados – uma na região do distrito de Macaúba e outra em Itahum, afirmou Coutinho.

O investimento inicial na usina de Itaporã será de R$ 250 milhões. A área para instalação do empreendimento já foi adquirida. Será na Fazenda São Thomé, na rodovia MS 157, km 39, onde começará o viveiro de mudas iniciais, que serão fornecidas pelo produtor Antônio Tonanni, da Fazenda Cristal, em Itaporã.

A usina deverá atingir uma produção de 400 milhões de litros de álcool por ano e terá uma área de 60 mil hectares para o plantio de cana, que incluirá parte do município de Itaporã e de Maracaju, na safra que atingir toda a sua capacidade. A produção de cana será de 4,8 milhões de toneladas, ao final da última etapa.

Segundo o prefeito Marcos Pacco, as lavouras da Eldorado deverão ocupar de 25 a 30% do território municipal, "restando uma grande área para as culturas tradicionais. A cana não ameaçará a produção de alimentos".

Coutinho afirmou que, inicialmente, a usina de Itaporã absorverá a cana produzida nas áreas agrícolas destinadas às futuras indústrias localizadas em Macaúba e Itahum. Está prevista a geração de 600 empregos diretos na área técnica e 1.500 postos de trabalho para cortadores de cana.

O vice-governador Murilo Zauith, que participou do evento, anunciou que já foram protocolados no governo 53 cartas-consulta de grupos industriais de todo o país interessados em instalar usinas de açúcar e álcool no Estado.

 

 

Conjuntura Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho