Menu
CACAU SHOW FÁTIMA DO SUL 0
domingo, 20 de outubro de 2019
CÂMARA VICENTINA OUTUBRO 2019
Busca
CIA DO BICHO
Brasil

Município de Itaporã terá R$ 759 milhões para usina álcool

20 Abr 2007 - 10h35
O presidente do Grupo Eldorado, Benedito Coutinho, anunciou investimentos de R$ 750 milhões, em parceria com investidores estrangeiros, na primeira usina de açúcar e álcool em Itaporã, num dos maiores empreendimentos sucroalcooleiros anunciados no Estado até agora. A indústria tem previsão de começar a operar na safra de 2010.

O lançamento do projeto ocorreu na tarde de ontem na Câmara de Itaporã e foi assistido por mais de 150 convidados – dentro e fora do plenário, grande parte de produtores rurais do município, que hoje têm na soja, milho, arroz irrigado e na pecuária sua base econômica.

Esse grupo possui duas usinas em funcionamento em Mato Grosso do Sul: uma em Nova Andradina e outra em Rio Brilhante. E os planos do Eldorado são ambiciosos: além de Itaporã, o grupo pretende montar mais duas unidades em Dourados – uma na região do distrito de Macaúba e outra em Itahum, afirmou Coutinho.

O investimento inicial na usina de Itaporã será de R$ 250 milhões. A área para instalação do empreendimento já foi adquirida. Será na Fazenda São Thomé, na rodovia MS 157, km 39, onde começará o viveiro de mudas iniciais, que serão fornecidas pelo produtor Antônio Tonanni, da Fazenda Cristal, em Itaporã.

A usina deverá atingir uma produção de 400 milhões de litros de álcool por ano e terá uma área de 60 mil hectares para o plantio de cana, que incluirá parte do município de Itaporã e de Maracaju, na safra que atingir toda a sua capacidade. A produção de cana será de 4,8 milhões de toneladas, ao final da última etapa.

Segundo o prefeito Marcos Pacco, as lavouras da Eldorado deverão ocupar de 25 a 30% do território municipal, "restando uma grande área para as culturas tradicionais. A cana não ameaçará a produção de alimentos".

Coutinho afirmou que, inicialmente, a usina de Itaporã absorverá a cana produzida nas áreas agrícolas destinadas às futuras indústrias localizadas em Macaúba e Itahum. Está prevista a geração de 600 empregos diretos na área técnica e 1.500 postos de trabalho para cortadores de cana.

O vice-governador Murilo Zauith, que participou do evento, anunciou que já foram protocolados no governo 53 cartas-consulta de grupos industriais de todo o país interessados em instalar usinas de açúcar e álcool no Estado.

 

 

Conjuntura Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO
Mulher desaparecida foi encontrada enterrada com braço para fora em canavial
TRAGEDIA NA RODOVIA
Violenta colisão entre caminhões mata os dois motoristas
ACIDENTE EM RIO
Barco com seis pessoas vira no Rio. Duas estão desaparecidas
TRISTEZA
Populares encontram corpo de criança desaparecida dentro de córrego
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Reforma da Previdência dos militares pode aumentar salários em até 75%
CENTENÁRIO
Aos 92 anos, Cid Moreira participa de festa pelo centenário de Orlando Drummond
POLEMICA
Sobrinho-neto do pastor Malafaia diz que família o mandou para cura gay: 'Um terror psicológico'
DOENÇA DO SÉCULO
Nego do Borel passa a limpo polêmicas em que se envolveu: Deus não me deixou entrar em depressão
MS FORTE
MS sobe duas posições no Ranking da Competitividade e é 2º em crescimento no cenário nacional
NOVELA GLOBAL
A Dona do Pedaço: Maria da Paz dá rasteira em Fabiana