Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Mulheres são presas tentando entrar com celulares em presídio

16 Jul 2007 - 07h28

Agentes do Serviço de Inteligência da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) prenderam por volta das 11 horas de hoje, Elizabeth Queiroz de Amorim, de 25 anos, e Elizangela Paiva, de 29 anos, conhecida como Olívia Palito, tentando entrar com um celular cada uma no IPCG (Instituto Penal de Campo Grande).

Elizabeth colocou o aparelho dentro de um bolo e entregaria para o preso Marcos Carvalho da Silva, que está cumprindo pena pelo crime de furto. Já Elizangela foi detida tentando adentrar com um celular na vagina, que seria entregue ao preso Anderson Pascoal Ximenes, acusado pelo crime de roubo.

Ambos os celulares estavam enrolados com papel carbono para despistar detectores de metais. A dupla estava sendo monitorada pelos agentes de inteligência há quatro visitas. Conforme denúncias recebidas pelos agentes, elas estão entre as principais visitantes que forneciam celulares para os presos do IPCG.

Divulgaçãò/Agepen

Os presos que forem pegos com celular ou responsáveis em recebê-los serão enquadrados na nova lei de uso de aparelhos móveis nos presídios, que hoje é considerado falta grave.

 

 

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho