MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 16 de Dezembro de 2017
RIO_DOURADOS
29 de Novembro de 2004 15h22

Mulheres pescadoras se reúnem pela primeira vez em MS

Há quinze anos trabalhando com a criação de peixes em um tanque numa pequena propriedade rural em Mundo Novo, no extremo sul do Estado, Claci Bork quer agora, junto com outras 20 mulheres de sua comunidade, pôr em funcionamento uma cooperativa para processar o couro do pacu dos tanques instalados na região. A intenção é aproveitar a matéria-prima disponível para produzir peças artesanais e, assim, engordar a renda das suas famílias.

“Já fizemos um curso de capacitação, mas precisamos de um outro e de investimento em maquinário. Mas estamos bem animadas com o projeto, a mulherada precisa aumentar a renda”, conta a piscicultora.

Histórias de iniciativas como a de Claci não faltam durante o 1º Encontro de Mulheres Pescadoras e Aqüicultoras de Mato Grosso do Sul, que está acontecendo em Campo Grande. É a primeira vez em Mato Grosso do Sul que estas mulheres, que trabalham no silêncio, participam de um encontro para definir diretrizes de políticas públicas voltadas para a categoria da qual fazem parte.

A organização do evento é feita pelo escritório estadual da Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca da Presidência da República e tem o objetivo de estimular a organização das mulheres do setor pesqueiro e aqüícola, o registro oficial das pescadoras, promover a integração de programas e projetos das diversas esferas de governo.

Além de piscicultoras como Claci, há também pescadoras artesanais de 11 municípios do Estado. Elas vêm desde o extremo sul, da divisa com o Paraná, da região da Grande Dourados, do centro do Estado até de comunidades do Pantanal. Essas mulheres desempenham papéis importantes em suas comunidades e famílias e em muitos casos asseguram sozinhas o sustento do grupo familiar. No encontro elas terão acesso a uma programação com palestras, dinâmicas e trabalhos em grupo onde serão abordadas questões de gênero, desigualdade social, conquistas e exemplos de sucesso.

Compromisso com os pequenos – De acordo com o gerente da Seap/PR em MS, Gilmar Kerber, o objetivo do governo federal é integrar os setores da pesca para construir uma política pública específica para as mulheres profissionais da pesca. No foco da atuação governamental para o setor está a expansão de garantias das trabalhadoras da pesca, como o registro profissional e a aposentadoria.

O vice-governador Egon Krakhecke, que representou o governador Zeca do PT, na abertura do encontro, elogiou a iniciativa do governo federal e destacou a visão do ministro José Fritsch, que coordena a Seap/PR. “O ministro Fritsch é um homem público que demonstra o seu compromisso com os pequenos e esse encontro, que reúne pela primeira vez as mulheres pescadoras do nosso Estado, mostra muito bem isso”, afirmou Egon.

O deputado estadual Pedro Kemp, que representou a Assembléia Legislativa na solenidade de abertura do encontro, disse que, ao promover políticas públicas direcionadas aos pescadores e pescadoras, o governo federal resgata um compromisso com comunidades que sempre estiveram esquecidas. Kemp também mencionou a pesquisa do IBGE que revela que uma de cada quatro famílias brasileiras é chefiada por mulher.

No final do encontro, previsto para a tarde desta terça-feira, acontecerá a eleição para definir a composição da delegação sul-mato-grossense que participará do Encontro Nacional das Trabalhadoras da Pesca e Aqüicultura, que será realizado em Brasília.
 
 

Agência Popular
Comentários
Veja Também
SADER_LATERAL
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
Últimas Notícias
  
Nossa_Lojas
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.