Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 17 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Mulher bate carro de luxo em carreta na BR-163 na Capital

9 Nov 2010 - 14h40Por Mídia Max

Uma mulher de 49 anos de idade quebrou a perna e sofreu traumatismo craniano moderado após bater seu carro, um Crysler numa carreta no km 476 da BR-163, na região do bairro Itamaracá, em Campo Grande. O motorista da carreta culpou a mulher pelo acidente.

A batida ocorreu cerca de uma hora atrás e provocou lentidão no trânsito da estrada que liga Campo Grande a São Paulo e Três Lagoas.

Maria Cristina Martins Paines conduzia o Crysler HTJ-4512, veículo de Campo Grande. De acordo com o motorista da carreta, João Carlos Pillegi, 44, ele seguia rumo a São Paulo, quando o Crysler bateu na lateral direita de seu veículo.

“Ela desceu na contramão, dei sinal de luz umas sete vezes, mas não adiantou”, disse ele. Pillegi, que nada sofreu, narrou ainda que Maria Cristina saiu de uma curva já na pista oposta, daí a batida.

Com acidente os dois airbags do Crysler, dispositivo protetor, se abriu, mas ainda assim, a motorista bateu a cabeça no pára-brisa. O veículo de luxo ficou com a parte dianteira totalmente destruída.

De acordo com os bombeiros, ela fraturou a perna direita e sofreu traumatismo craniano. Ela foi levada para o hospital da Santa Casa “totalmente desorientada”, segundo os militares.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat