Menu
SADER_FULL
segunda, 17 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Muirilo critica atendimento e valores as vítimas da estiagem

12 Ago 2004 - 07h17

Durante a ordem do dia de hoje para o votação da Medida Provisória nº 189, que abre crédito extraordinário R$ 32 milhões, para atender à população vítima de estiagem no Estado de Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Paraná, o deputado Murilo Zauith (PFL-MS) criticou a demora  na liberação e os valores dessa verba. Ele explicou que a estiagem ocorreu em janeiro, ou seja, no início deste ano. Há algum tempo foi editada essa medida provisória, e somente agora estamos discutindo e votando a matéria, para dar R$ 300 reais a cada família atingida pela estiagem.

“O governo demonstra que não tem sensibilidade social nenhuma, porque calamidade é editar uma medida provisória para dar R$ 300 a uma família por um fato ocorrido em janeiro. Quer dizer, somente agora vai socorrer uma família, com R$ 300 reais. É muito pouco”, lamentou o parlamentar pefelista.

 Segundo Zauith, a família já passou pelo pior, passou necessidade, perdeu a sua roça, o seu gado, a chuva não veio. Ele lembrou ainda que a calamidade já aconteceu e os recursos a serem liberados são irrisórios e vão chegar com grande atraso.

“O governo não tem sensibilidade nenhuma. Ele tem sensibilidade para fazer superávit fiscal, para comprar avião, para viajar, para fazer blindagem em torno de seus ministros, pois não se pode falar de nenhum membro do Executivo.
Eles não podem errar, não podem ter uma vida como cidadãos comuns, não podem colocar sua vida em exposição”, condenou o deputado.
 
 
Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
VENENOSA
Agricultor é picado por cobra jararaca
FORÇA DE VONTADE
Advogado que pedia emprego na rua é contratado e ganha pós-graduação
CASO DE POLÍCIA
Filho mata a mãe e rouba seu cartão para comprar cocaína
EQUIPARADO AO RACISMO
Agora Homofobia é crime, STF criminaliza
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos com depressão comete suicídio e choca cidade