Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Mudanças na zaga não preocupam capitão do Corinthians

16 Set 2004 - 16h38
A definição só acontecerá no coletivo desta sexta-feira, mas, a julgar pelos trabalhos do início da semana, o tripé defensivo corintiano será bem diferente para o clássico contra o São Paulo. A troca de Betão, suspenso, por Filipe Alvim já está definida, restando apenas a confirmação da entrada de Marcelo Oliveira no lugar de Váldson, vilão da derrota para o Atlético-PR.

A possibilidade de ser o único remanescente do trio não assusta o capitão Anderson. Para o zagueirão, o grupo corintiano é igualmente forte entre titulares e reservas. 'Quem vai entrar tem qualidade. O Marcelo jogou muito bem contra o Figueirense e o Palmeiras e o Filipe Alvim é experiente e tem entrado bem nos jogos'.

Para Anderson, a possível falta de entrosamento entre os três não preocupa. 'Quando se joga com atletas de qualidade ao seu lado tudo fica mais fácil', argumentou, enchendo a bola dos reservas do elenco mosqueteiro.

A maior preocupação do camisa três para o clássico é a maneira de jogar do ataque são-paulino após a saída de Luis Fabiano. 'Se os dois atacantes fossem mais de área, ficava mais fácil, mas eles jogam abertos e o campo do Morumbi é grande, e isso pode dificultar. Precisamos definir logo quem pega quem para diminuir os espaços'.

Questionado sobre quem é o mais perigoso dos atacantes rivais, respondeu politicamente, para depois apontar Grafite como a principal preocupação. 'O Jean e o Tardelli têm qualidades, mas o Grafite, pela altura e pelo corpo, sempre dificultou os duelos. Espero levar a melhor', concluiu.

 

 

Gazeta Esportiva

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho