Menu
SADER_FULL
sexta, 17 de agosto de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

MSI tenta acelerar chegada de Tevez ao Corinthians

25 Nov 2004 - 13h09
 

O empresário Renato Duprat, braço direito do presidente da Media Sports Investment (MSI), Kia Joorabchian, embarcou na quarta-feira para Buenos Aires com um único propósito: finalizar e trazer na mala a contratação do atacante argentino Carlos Tevez, estrela do Boca Júniors. A idéia é simples. Os novos parceiros do alvinegro querem provar, logo nos primeiros dias de trabalho, que o interesse, ao contrário do que a oposição alegou na véspera da reunião do conselho, não foi revelado apenas para conquistar votos e ludibriar a torcida e opinião pública.

”As negociações estão muito bem encaminhadas e adiantadas”, afirmou Duprat, durante a tarde desta quarta-feira. “Daqui a pouco estou embarcando para conversar lá com eles (argentinos) sobre isso. Estou bastante otimista”, disse.

A MSI se dispõe a pagar US$ 18 milhões ao Boca Júniors. Em princípio, a intenção seria manter Tevez no Parque São Jorge até a metade do próximo ano, quando abre a temporada no futebol europeu. Detalhe: esse dinheiro investido não faz parte do montante de US$ 15 milhões prometidos para contratações. Trata-se negociação à parte.

Menos de 24 horas depois da tumultuada e polêmica reunião que resultou na aprovação do contrato e, conseqüentemente, da parceria com o Corinthians, executivos da MSI já trabalhavam como responsáveis pelo departamento de futebol corintiano. Além da viagem de Duprat, o presidente da MSI, Kia Joorabchian, já tem até sala no Parque São Jorge. E fica no quinto andar do Palácio de Mármore, logo ali, ao lado da presidência. Por volta da 23h30 (horário de Mato Grosso do Sul), logo após a polêmica e contestada votação do Conselho Deliberativo, o iraniano recebeu telefonema de um de seus assessores que havia conversado com Dualib minutos antes. E a orientação era clara: “Está tudo acertado. Você já pode se instalar por lá (no clube) e começar a trabalhar”, afirmou.

Se quiser, Joorabchian pode começar a trabalhar quando quiser no Departamento de Futebol do Corinthians. De acordo com a cláusula 5.1 do contrato, não é preciso esperar até o dia 1º de dezembro para o acordo entrar em vigor. Diz o documento: “A menos que de outra maneira mutuamente acordada por escrito entre as Partes, a 'Data de Fechamento' dar-se-á até o dia 1º de Dezembro de 2004”.

Ou seja, não existe carência entre o acerto do contrato e o dia de início do trabalho. A parceria já está em vigor. Até mesmo lideranças da oposição reconhecem o fato. “Infelizmente, enquanto as medidas na Justiça para suspender a votação não forem julgadas, fica valendo o que está na ata da reunião, que dá a parceria como aprovada”, explicou o jurista Guilherme Strenger.


Globo On line

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME PASSIONAL
Marido flagra esposa com suposto amante e caso termina em morte
NOVELA GLOBAL
Remy pode não ter morrido em 'Segundo sol'; veja os indícios
TECNOLOGIA
Segunda via do RG pode ser solicitada pela internet
BOA AÇÃO
Empresário curado faz doação milionária para hospital público
VIOLENCIA
Homem desce do carro e mata mulher com tiro a queima roupa
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta confessa que matou Remy; Karola foi cúmplice
PRESO EM 2010
Morre o homem apontado como maior contrabandista de cigarros do País
ELEIÇÕES 2018 - REGISTRO FEITO
AGORA: PT registra candidatura de Lula e tem até 17 de setembro para trocar candidato
BRIGA DE FAMILIA
Briga de irmãos termina com faca cravada na cabeça de jovem adolescente
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Zefa rompe com Severo: 'Você não merece nada de bom de mim!'