Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

MS vive novo momento na educação, afirma Hélio de Lima

18 Out 2004 - 13h33
O secretário de Educação, Hélio de Lima definiu os investimentos e desenvolvimento de projetos no setor do ensino público como um novo momento na educação do Mato Grosso do Sul durante a inauguração do ginásio poliesportivo da Escola Estadual Joaquim Murtinho. Na opinião de Hélio de Lima, o momento é historio para o Estado pois marca o lançamento de mais 18 quadras cobertas, sendo nove em Campo Grande e as demais em Bela Vista, Corumbá, Dourados, Mundo Novo, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paranaíba e Três Lagoas, totalizando investimento de R$ 1,3 milhão.

Mato Grosso do Sul é destaque também na área educacional por estar lançando a matrícula digital a partir de novembro e o acesso ao boletim escolar através da Internet, pelo site www.sed.ms.gov.br. “Somos pioneiros no projeto de disponibilizar a realização de matrículas em todo país e a experiência será avaliada pelo Ministério da Educação para ser implantada em todo Brasil”, afirmou Hélio de Lima. A princípio, a matrícula pela Internet poderá ser feita em todas as escolas estaduais de Campo Grande.

Outro projeto lançado pelo Governo Popular no setor de educação e que vai promover a inclusão social e a melhoria da qualidade de vida de comunidades é o Escola Aberta: Comunidade Digital, que visa a abertura das salas de informática das escolas durante os fim-de-semana para que os pais dos alunos possam ter acesso a cursos de informática. O processo de informatização das escolas estaduais está ocorrendo em todo Mato Grosso do Sul e será concluído em 2006. Todas as escolas de Campo Grande, Ponta Porã, Fátima do Sul, Naviraí e Vicentina já possuem salas de informática com computadores de última geração.

Visando administrações escolares mais democráticas e participativas, o governo do Estado também cria a eleição direta de diretores escolares, onde toda a comunidade escolar terá o direito de escolher o melhor representante para sua escola. “A educação em Mato Grosso do Sul está conectada com o mundo e só um governo que tem compromisso com educação de qualidade investe no setor como o do nosso Estado”, avaliou Hélio de Lima.

O governador Zeca do PT participou da cerimônia de entrega do ginásio acompanhado da presidente do Cogeps (Conselho de Gestão Estadual de Políticas Sociais), Gilda Maria Gomes dos Santos e de secretários de governo, deputados estaduais, federais e do senador Delcídio do Amaral. Ao fim dos discursos e das apresentações culturais, o governador plantou uma muda de Pau Brasil no pátio da escola.

Segundo o diretor-adjunto da escola, Lucílio Souza Nobre, o ginásio, além de embelezar a fachada da tradicional escola campo-grandense, será utilizada para o desenvolvimento de atividades esportivas e culturais para várias comunidades escolares. A obra que recebeu investimento de R$ 1,7 milhão possui 1.788,40 metros quadrados e tem capacidade para receber público de 1,8 mil pessoas. A Escola Joaquim Murtinho é a maior em número de alunos em todo Estado, com cerca de 3 mil estudantes e é a mais antiga de Campo Grande, com 80 anos.
 
 
Agencia Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação