Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 15 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

MS vai propor fiscalização unificada com o Paraguai

29 Jun 2004 - 15h17
Além da unificação das políticas de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, o secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Márcio Portocarrero, disse que o próximo passo será articular para que o Paraguai aplique medidas de fiscalização e segurança iguais às adotadas no Estado.

A articulação vai ser iniciada no segundo semestre pelo Itamaraty. Entre as propostas, os policiais paraguaios receberiam treinamento específico sobre legislação ambiental e técnicas de fiscalização no rio Paraguai para evitar durante o período de pesca o uso de tarrafas e retirada de pescado acima do permitido.

O problema, segundo declarações anteriores do secretário Márcio Portocarrero, é que não há polícia no Paraguai restrita para esse trabalho. Portocarrero explicou que as negociações começaram de imediato, mas que vai depender do agendamento e propostas entre os governos brasileiro e paraguaio, negociado pelo Itamaraty.

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros
DICAS DE SERVIÇO DE HOSPEDAGEM NA WEB
Vai criar um blog ou um site?, saiba aqui tudo sobre o serviço de hospedagem
ALERTA NA NET
Golpe no WhatsApp engana usuários ao prometer brindes falsos de Natal