SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 24 de fevereiro de 2018
RIO_DOURADOS
UNIPAR_468
22 de junho de 2010 14h50

MS se prepara para receber unidade da Embrapa Florestas

Agora MS
O Programa Estadual de Pesquisa Agroflorestais passará a contar com um importante suporte científico: Mato Grosso do Sul deve receber nos próximos meses uma unidade da Embrapa Florestas. A assinatura do protocolo de intenções entre os governos estadual e federal acontece nesta quinta-feira (24), às 9hs, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo – sala Pedro de Medeiros, na Capital. Autoridades setoriais, público e privado, participam do ato.

Integrado ao contexto do Plano Estadual para o Desenvolvimento Sustentável de Florestas Plantadas de Mato Grosso do Sul (PEF/MS) – que contempla em suas estratégias o desenvolvimento tecnológico em integração com os diversos agentes públicos e privados que atuam neste segmento produtivo – o governo estadual promoveu no mês de fevereiro passado o workshop “Desenvolvimento Tecnológico Agroflorestal em Mato Grosso do Sul”. Instituições que executam projetos de pesquisa/inovação tecnológica no setor participaram do evento – inclusive, pesquisadores da Embrapa Florestas – ocasião em que foi criado o Programa Estadual de Pesquisa Agroflorestais.

Conduzido pela Câmara Setorial de Florestas – órgão consultivo da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur) – o Programa reúne o setor empresarial, fundações e pesquisadores. Entre as diretrizes propostas, estão: a busca por novos materiais genéticos (espécies e clones) nativas para recuperação reserva legal e APP eucalipto outras exóticas adaptados a região, para múltiplos usos (pequenas e médias propriedades); desenvolvimento dos trabalhos voltados a Integração Lavoura-Pecuária-Florestas; aprimoramento dos materiais genéticos de espécies nativas adaptadas a região, para múltiplos usos; criação de arranjos produtivos locais para produção de espécies nativas em regiões representativas do Estado; modelos de uso de florestas para a recuperação de Reservas Permanente e áreas de Preservação Permanentes (APP), com uso de espécies econômicas facilitadoras; capacitação para a Transferência de Tecnologias; aprimoramento dos sistemas de Informação do Setor Florestal no Estado e mercado.

Além da Embrapa Florestas participam deste trabalho as Embrapas Gado de Corte e Agropecuária Oeste, UFGD, UEMS, UNESP-Ilha Solteira, ESALQ/IPE, SIF, ASEF, IASB (Instituto das Águas da Serra da Bodoquena), Fundação MS, Fundação Chapadão, Ramires Reflorestamento Ltda., Fibria, Polifer Agrícola, SFA/MS, SEPROTUR/AGRAER e SEMAC/IMASUL.

SERVIÇO

Antevendo o ato do dia 24 o grupo se reúne nesta quarta-feira (23), das 9 às 18 horas, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo – sala Pedro de Medeiros, para discussão final da proposta do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento Florestal para Mato Grosso do Sul. Maiores informações pelo telefone (67) 3318-5035.
Comentários
Veja Também
G&L
ASSOMASUL_FEVEREIRO_2018
Nossa_Lojas
Últimas Notícias
  
LISTINHA_ONLINE
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.