Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 18 de agosto de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

MS se prepara para receber unidade da Embrapa Florestas

22 Jun 2010 - 14h50Por Agora MS
O Programa Estadual de Pesquisa Agroflorestais passará a contar com um importante suporte científico: Mato Grosso do Sul deve receber nos próximos meses uma unidade da Embrapa Florestas. A assinatura do protocolo de intenções entre os governos estadual e federal acontece nesta quinta-feira (24), às 9hs, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo – sala Pedro de Medeiros, na Capital. Autoridades setoriais, público e privado, participam do ato.

Integrado ao contexto do Plano Estadual para o Desenvolvimento Sustentável de Florestas Plantadas de Mato Grosso do Sul (PEF/MS) – que contempla em suas estratégias o desenvolvimento tecnológico em integração com os diversos agentes públicos e privados que atuam neste segmento produtivo – o governo estadual promoveu no mês de fevereiro passado o workshop “Desenvolvimento Tecnológico Agroflorestal em Mato Grosso do Sul”. Instituições que executam projetos de pesquisa/inovação tecnológica no setor participaram do evento – inclusive, pesquisadores da Embrapa Florestas – ocasião em que foi criado o Programa Estadual de Pesquisa Agroflorestais.

Conduzido pela Câmara Setorial de Florestas – órgão consultivo da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur) – o Programa reúne o setor empresarial, fundações e pesquisadores. Entre as diretrizes propostas, estão: a busca por novos materiais genéticos (espécies e clones) nativas para recuperação reserva legal e APP eucalipto outras exóticas adaptados a região, para múltiplos usos (pequenas e médias propriedades); desenvolvimento dos trabalhos voltados a Integração Lavoura-Pecuária-Florestas; aprimoramento dos materiais genéticos de espécies nativas adaptadas a região, para múltiplos usos; criação de arranjos produtivos locais para produção de espécies nativas em regiões representativas do Estado; modelos de uso de florestas para a recuperação de Reservas Permanente e áreas de Preservação Permanentes (APP), com uso de espécies econômicas facilitadoras; capacitação para a Transferência de Tecnologias; aprimoramento dos sistemas de Informação do Setor Florestal no Estado e mercado.

Além da Embrapa Florestas participam deste trabalho as Embrapas Gado de Corte e Agropecuária Oeste, UFGD, UEMS, UNESP-Ilha Solteira, ESALQ/IPE, SIF, ASEF, IASB (Instituto das Águas da Serra da Bodoquena), Fundação MS, Fundação Chapadão, Ramires Reflorestamento Ltda., Fibria, Polifer Agrícola, SFA/MS, SEPROTUR/AGRAER e SEMAC/IMASUL.

SERVIÇO

Antevendo o ato do dia 24 o grupo se reúne nesta quarta-feira (23), das 9 às 18 horas, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo – sala Pedro de Medeiros, para discussão final da proposta do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento Florestal para Mato Grosso do Sul. Maiores informações pelo telefone (67) 3318-5035.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME PASSIONAL
Marido flagra esposa com suposto amante e caso termina em morte
NOVELA GLOBAL
Remy pode não ter morrido em 'Segundo sol'; veja os indícios
TECNOLOGIA
Segunda via do RG pode ser solicitada pela internet
BOA AÇÃO
Empresário curado faz doação milionária para hospital público
VIOLENCIA
Homem desce do carro e mata mulher com tiro a queima roupa
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta confessa que matou Remy; Karola foi cúmplice
PRESO EM 2010
Morre o homem apontado como maior contrabandista de cigarros do País
ELEIÇÕES 2018 - REGISTRO FEITO
AGORA: PT registra candidatura de Lula e tem até 17 de setembro para trocar candidato
BRIGA DE FAMILIA
Briga de irmãos termina com faca cravada na cabeça de jovem adolescente
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Zefa rompe com Severo: 'Você não merece nada de bom de mim!'