Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 16 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
MATO GROSSO DO SUL

MS Lidera quadro de medalhas nas Paraolimpiadas escolares

9 Set 2010 - 07h42Por Notícias MS

Mato Grosso do Sul larga na frente e conquista cinco medalhas de ouro, cinco de prata e duas de bronze durante o primeiro dia de competição de atletismo. As medalhas foram conquistadas pelas atletas Pâmela Mathias na classe F-11, Marilia na classe F-42, Ana Paula na classe T-13 e Thaise Zimerman na classe T-37.

Como já era esperado, Mato Grosso do Sul não se acanhou na competição e já lidera o quadro de medalhas acumulando as medalhas de bronze das atletas Vitória, Amanda e Ana Paula Rodrigues no peso, Pedro Elias nos 100M, e Marcio também nos 100M, e as duas de bronze com os atletas, Jean Carlos F-20 e Ana Paula Souza na classe T-37.

O atletismo acontece durante todo o dia no Centro Olímpico do Ibirapuera. Este ano as paraolimpíadas contam com 300 atletas a mais, competindo em dez modalidades: atletismo, natação, futebol de 5 para cegos, futebol de 7 para paralisados cerebrais, judô, goalball, bocha, tênis de mesa e as estreantes tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado. Além disso, os Estados de Goiás e Rio Grande do Sul fazem sua estreia na competição.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat