Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 20 de julho de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

MS já pode iniciar plantio de soja

2 Out 2010 - 09h50Por Dourados Agora

DOURADOS – Produtores rurais de todo o Mato Grosso do Sul já estão autorizados a iniciar o plantio da safra de soja, a principal cultura de verão do Estado. A semeadura das lavouras é autorizada após o fim do vazio sanitário da soja, procedimento adotado no Estado para evitar a propagação da ferrugem asiática. Apesar da permissão legal, o plantio deve começar com força a partir de 21 de outubro, conforme recomenda o zoneamento agrícola.

A estimativa é que sejam plantados 1,7 milhão de hectares de soja em MS, de acordo com previsão da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul). O vazio sanitário é aplicado no Estado há três anos, de julho a setembro. Neste período, os produtores que forem flagrados com brotos de soja de safras passadas podem ser multados. O não cadastramento de áreas de plantio também gera autuações.

Em Dourados, a previsão é que a área plantada de soja na safra 2010/2011 seja de aproximadamente 140 a 145 mil hectares. O presidente da Associação dos Engenheiros Agrônomos da Grande Dourados (Aeagran), Bruno Tomasini, diz que os produtores estão animados com a boa produtividade das safras anteriores e também com a chegada das chuvas, que ajudaram a preparar o solo para o plantio. “O produtor já é otimista por natureza. Além disso, viemos de duas safras de soja muito boas, além de uma boa produtividade na safrinha”, comenta.

Monitoramento

Na avaliação do engenheiro agrônomo da Famasul, Lucas Galvan, o plantio deve começar com força na segunda quinzena de outubro, conforme recomendação da Embrapa e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Os produtores que respeitarem as normas poderão ter acesso a crédito e seguro rural. O zoneamento agrícola é determinado pela média histórica de chuvas e orienta sobre qual a melhor época para o plantio.

No entanto, segundo especialistas, há possibilidade de estiagem no mês de janeiro, por conta de influência do fenômeno La Niña. Por isso, a antecipação do plantio é uma alternativa para evitar perdas na produção. “Tudo vai depender da análise de cada produtor”, garante Bruno Tomasini.

Segundo a Aeagran, apesar da permissão para o plantio, os produtores ainda não iniciaram a semeadura das lavouras, que ainda estão ‘encharcadas’ devido às chuvas dos últimos dias. Segundo o engenheiro agrônomo, somente a partir da próxima semana, se houver tempo firme, é que o solo estará preparado para receber a semente. “A chuva neste momento foi fundamental porque a umidade no solo é determinante para a germinação das sementes”, garante.

Ele lembra que, diante das previsões de ‘veranico’, produtor e engenheiro agrônomo devem estar atentos às técnicas de bom manejo para garantir que a planta suporte a estiagem a partir do armazenamento de água no solo. Por isto, segundo ele, a orientação técnica de um profissional é fundamental para garantir o sucesso da produção.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA SENDO REPRESENTADA NO RJ
Vicentina será representada no Internacional de Masters South América de Jiu-jitsu no Rio de Janeiro
POLITICA
'Falar que passa-se fome no Brasil é uma grande mentira', afirma Bolsonaro
NOVELA GLOBAL
Maria da Paz se recusa a enxergar caráter de Josiane em 'A dona do pedaço'
REGIME SEMIABERTO
Goleiro Bruno deve sair da cadeia no fim da tarde desta sexta-feira
CASO RARO
Bezerro de seis patas chama atenção moradores de Santa Helena – Veja Vídeo
MONSTRUOSIDADE
Vizinho é preso suspeito de estuprar e estrangular menina de 8 anos
CASA PRÓPRIA
Recurso de R$ 1 bilhão é destinado ao Minha Casa, Minha Vida
VIDA SAUDÁVEL
Homem mais velho do Brasil falece no Rio de Janeiro
BASTA DE IMPRUDÊNCIA
Enlutada pelas mortes, população deixa faixa contra imprudência na PR-082
VIOLENCIA
Motorista atropela manifestantes do MST e mata um idoso