Menu
SADER_FULL
quarta, 16 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

MS já coletou 49% da meta de embalagens de agrotóxicos

27 Jun 2007 - 05h15
Hoje pela manhã (26), durante abertura dos “Encontros de Fiscalização e Seminários Regionais de Agrotóxicos”, a secretária de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), Tereza Cristina Corrêa da Costa, destacou o trabalho dos fiscais agropecuários com relação ao destino final das embalagens de agrotóxicos. Até o mês de maio o Estado atingiu 49% da meta de coleta do ano, que é de 1.330 toneladas. Ano passado, a meta de 1.150 toneladas foi superada.

“Os agrotóxicos são tecnologias fundamentais para garantir a produtividade e a lucratividade do setor primário. O mundo globalizado exige, não temos como fugir, mas temos que trabalhar com segurança e preservando o meio ambiente”, avaliou Tereza Cristina. Ainda segundo ela, o seminário acontece em um bom momento, pois servirá para harmonizar as ações dos órgãos oficiais que em 2008 devem se reunir durante o Seminário Nacional, em Belém.

A secretária ressaltou ainda que os produtores devem adotar a política da conscientização, pensar nas conseqüências, e não adquirirem produtos contrabandeados, tema da palestra ministrada ainda de manhã pelo representante do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Agrícola (Sindag), Joaquim Machado Neto. “Fungicidas, inseticidas e principalmente os herbicidas – devido ao preço elevado – são os produtos que mais entram irregularmente no País”, afirmou ele durante a palestra.

Neto explicou que o contrabando deve ser combatido, pois provoca danos à cadeia de produção e comercialização de alimentos, além de causar prejuízos a sociedade e a saúde pública. “O produtor pode até adquirir um produto a um preço inferior, mas ele não sabe o que está comprando, e ainda acaba cometendo um crime. Somente o produto registrado é testado, aprovado e garantido”, complementa.

Uma forma de minimizar tal situação, de acordo com a secretária de Produção, estaria na produção de agrotóxicos genéricos, projeto que já está em andamento no congresso nacional. “É uma maneira de adquirir uma fórmula segura, porém mais acessível”, resume.

O evento segue com programação durante a tarde desta terça-feira, proseguindo até quinta-feira (28), no Hotel Jandaia, em Campo Grande. Participam do encontro fiscais agropecuários dos estados das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste. Os próximos encontros acontecem em Fortaleza (CE), no período de 31 de julho a 02 de agosto, e em Palmas (TO), de 18 a 20 de setembro. Mais informações estão disponíveis no site www.seminariodeagrotoxicos.com.br.
 
 
 
 
MS Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALERTA
Smartphone afeta a saúde mental, e o dano pode começar em crianças de 2 anos!
TRAGÉDIA
“Tentei socorrer ele, mas não deu certo”: conta filho de motociclista levado por enxurrada
FURIA DA NATUREZA
Enxurrada derruba casa e provoca pânico e destruição
NOVELA GLOBAL
Gabriel e Valentina viram inimigos mortais em 'O sétimo guardião'
REALITY SHOW
BBB 19 começa hoje. Na Rocinha Casa de Darnrley vira "QG" de Torcida
POSSE DE ARMAS
Bolsonaro assina nesta terça-feira decreto que facilita posse de armas
HEROINA
Professora Helley, que salvou crianças de incêndio em Janaúba, é homenageada e dá nome a rodovia
FAMOSIDADES
Doente, José Mayer foi esquecido pela Globo e abandonado por ‘Amigos’
NOVA LEI
Motoristas condenados por contrabando vão perder a CNH por cinco anos
SUCATA
Jovem transforma pneus velhos em lindas caminhas para pets.