Menu
SADER_FULL
sábado, 17 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

MS já coletou 49% da meta de embalagens de agrotóxicos

27 Jun 2007 - 05h15
Hoje pela manhã (26), durante abertura dos “Encontros de Fiscalização e Seminários Regionais de Agrotóxicos”, a secretária de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), Tereza Cristina Corrêa da Costa, destacou o trabalho dos fiscais agropecuários com relação ao destino final das embalagens de agrotóxicos. Até o mês de maio o Estado atingiu 49% da meta de coleta do ano, que é de 1.330 toneladas. Ano passado, a meta de 1.150 toneladas foi superada.

“Os agrotóxicos são tecnologias fundamentais para garantir a produtividade e a lucratividade do setor primário. O mundo globalizado exige, não temos como fugir, mas temos que trabalhar com segurança e preservando o meio ambiente”, avaliou Tereza Cristina. Ainda segundo ela, o seminário acontece em um bom momento, pois servirá para harmonizar as ações dos órgãos oficiais que em 2008 devem se reunir durante o Seminário Nacional, em Belém.

A secretária ressaltou ainda que os produtores devem adotar a política da conscientização, pensar nas conseqüências, e não adquirirem produtos contrabandeados, tema da palestra ministrada ainda de manhã pelo representante do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Agrícola (Sindag), Joaquim Machado Neto. “Fungicidas, inseticidas e principalmente os herbicidas – devido ao preço elevado – são os produtos que mais entram irregularmente no País”, afirmou ele durante a palestra.

Neto explicou que o contrabando deve ser combatido, pois provoca danos à cadeia de produção e comercialização de alimentos, além de causar prejuízos a sociedade e a saúde pública. “O produtor pode até adquirir um produto a um preço inferior, mas ele não sabe o que está comprando, e ainda acaba cometendo um crime. Somente o produto registrado é testado, aprovado e garantido”, complementa.

Uma forma de minimizar tal situação, de acordo com a secretária de Produção, estaria na produção de agrotóxicos genéricos, projeto que já está em andamento no congresso nacional. “É uma maneira de adquirir uma fórmula segura, porém mais acessível”, resume.

O evento segue com programação durante a tarde desta terça-feira, proseguindo até quinta-feira (28), no Hotel Jandaia, em Campo Grande. Participam do encontro fiscais agropecuários dos estados das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste. Os próximos encontros acontecem em Fortaleza (CE), no período de 31 de julho a 02 de agosto, e em Palmas (TO), de 18 a 20 de setembro. Mais informações estão disponíveis no site www.seminariodeagrotoxicos.com.br.
 
 
 
 
MS Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto