Menu
SADER_FULL
terça, 19 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

MS gerou 1.948 empregos formais em agosto, segundo Caged

16 Set 2010 - 18h10Por Notícias MS

Mato Grosso do Sul gerou 1.948 empregos com carteira assinada no mês de agosto, segundo os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados ), divulgados nesta quinta-feira (16) pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Comparando com o mês anterior, houve um crescimento de 0,48% no estoque de assalariados com carteira assinada.

Os setores de atividade econômica que mais contribuíram para este resultado foram a indústria de transformação (782 postos), o comércio (665 postos), os serviços (633 postos) e a construção civil (442 postos), cujos saldos superaram a queda da agropecuária (-654 postos).

Nos primeiros oito meses desta ano, houve acréscimo de 23.856 postos (+6,16%). Nos últimos 12 meses, verificou-se um crescimento de 5,68% no nível de emprego, o que equivale a criação de 22.110 postos de trabalho.

No Brasil, foram gerados no mês de agosto 299.415 novos empregos com carteira assinada, recorde absoluto para o período, segundo o Caged. Com o número de agosto, em 2010 o país alcança a marca também recorde de 1.954.531 novos postos de trabalho. Em 12 meses, o número chega a 2.269.607 novos empregos formais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário