Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 17 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

MPE de Dourados consegue transferir pacientes do HE ao HU

7 Ago 2004 - 10h50
 

Uma ação de autoria da promotora de Justiça, Cristiane Amaral Cavalcante resultou na remoção dos pacientes que estavam nos corredores do HE (Hospital Evangélico) de Dourados, por falta de leitos disponíveis, para o HU (Hospital Universitário) da cidade. Segundo informou a direção do HE, todos os doentes que recebiam tratamento em macas, cadeiras, foram transferidos para o HU.

O HU foi inaugurado na sexta-feira passada, com a presença do ministro da Saúde, Humberto Costa, sendo que no local foram implantados 54 leitos, de um total de 160 do HU, porém havia somente uma pessoa internada. Os critérios para internar no HU dificultavam a entrada de pacientes. Conforme a direção do HE, nenhum doente permanece nos corredores, depois que as ambulâncias estiveram ontem à tarde no hospital, por ordem da Justiça.

Informações dão conta que a Secretaria Municipal de Saúde de Dourados pretende entrar com uma liminar contra a ação da promotora Cristiane Amaral Cavalcante, que é supervisora das Promotorias Públicas de Dourados e responsável pela 10ª Promotoria da Cidadania e Defesa do Idoso, Deficiente, Consumidor e Patrimônio Histórico e Cultural. As informações são do site Dourados Agora.


Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat