MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 18 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
29 de Junho de 2004 16h26

Mortes em Mauá-SP ocorreram por febre maculosa

O Instituto Adolfo Lutz confirmou como sendo por febre maculosa a causa da morte de três pessoas da mesma família em Mauá, na Grande São Paulo, entre os últimos dias 17 e 19. Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde afirmou que um exame feito a partir do tecido de uma das vítimas apontou a presença da bactéria causadora da doença.

A febre maculosa é transmitida ao homem pelo carrapato infectado pela bactéria Rickettsia rickettsii. O carrapato é encontrado em roedores, cavalos, gado e cachorros, que funcionam como hospedeiros da doença.

Depois que a pessoa é picada pelo carrapato, a doença pode se manifestar entre dois e 14 dias. Entre os sintomas estão mal-estar, gripe, febre, manchas avermelhadas nos punhos, tornozelos, palmas das mãos e pés. A doença pode evoluir para um quadro de infecção generalizada, com complicações pulmonares, vasculares, desidratação, choques, coma e morte.

Susto

As três vítimas, moradoras do Jardim Camila, morreram e a doença demorou algumas semanas para ser identificada, o que provocou medo na população da cidade.

As vítimas apresentaram diarréia, dores no corpo e náusea. O quadro evoluiu. Elas tiveram hemorragia, convulsão, insuficiência respiratória e queda da pressão arterial e, posteriormente, morreram.

Os primeiros casos ocorreram no último dia 17, quando morreram um rapaz de 23 anos e uma garota de 16. A casa das vítimas foi fechada para que os técnicos da saúde fizessem a análise de alimentos e dos objetos utilizados por elas.

No dia 18, a terceira vítima, uma mulher de 25 anos, apresentando os mesmos sintomas, foi encaminhada ao Hospital Nardini, onde morreu no dia seguinte.

Em exames iniciais, o Adolfo Lutz descartou como sendo o hantavírus o causador da doença.

Orientação

O Centro de Vigilância Epidemiológica comunicou a Secretaria Municipal de Saúde de Mauá sobre o resultado do exame que apontou a febre maculosa como causa das mortes. A partir de agora técnicos do Estado e do município orientarão a população sobre as principais medidas para se evitar a doença.

A secretaria afirmou que se trata de um caso isolado e não há risco de epidemia da doença.
Comentários
Veja Também
MBO_SEGURANÇA_300
REINO_MATRÍCULAS_2017
FÁBRICA_CALÇADOS
Últimas Notícias
  
FORTALEZA
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.