Menu
SADER_FULL
segunda, 25 de junho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Moka reage com indignação a falsa atribuição de discurso

3 Set 2004 - 17h39
O presidente regional do PMDB, deputado federal Waldemir Moka, reagiu com indignação à afirmação a ele atribuídas de que os votos do atual prefeito de Bonito, Geraldo Marques, são de "Porcos sem raça". Moka lembra que nunca fez discurso agressivo em sua carreira política.

"Eu disse que o PT protemeteu gerar 10 milhões de emprego, prometeu duplicar o salário mínimo. Quen prometeu um salário mínimo do tamanho do João Grandão e deram menor do que o professor Biffi", contou Moka. "Isso não é agressivo", emendou.

Informa que também disse em Bonito que o PT faz muito barulho, muita gritaria e "é igual a “tosa de porco: muito grito e pouco pelo", o que não tem nada a ver com criticar eleitores que teriam optado pela candidatura de Marques.

"Agora xingar é outra história. Quando fiz o discurso todo mundo riu, foi uma sátira, ironizando, mas jamais querendo ofender alguém", garantiu o deputado peemedebista.
 
MS Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENTRETENIMENTO - SAÚDE
Padre Fábio de Melo sofre da síndrome do pânico e fala como administra a doença
NOVELA GLOBAL
'Segundo Sol': Laureta revela para a família de Rosa que ela é prostituta
GOVENO NÃO CUMPRE
Caminhoneiros anunciam nova paralisação, mas trabalhadores de MS não devem participar
RAIVA HUMANA
Morte de turista por raiva humana é confirmada em Ubatuba
NOVELA GLOBAL
Valentim sofre grave acidente de carro
INACEITAVEL
Mãe de jovem morto no Rio: “É um Estado doente que mata criança com roupa de escola”
HAJA CORAÇÃO
Neymar é o autor do gol mais tardio, em tempo normal, de uma Copa na história
COPA DO MUNDO
No sufoco, Brasil supera a Costa Rica e consegue primeira vitória na Copa do Mundo
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Rosa coloca fim em relação com Ícaro e ele toma atitude
SAUDE
Mulher dá a luz em calçada no Cajuru