Menu
SADER_FULL
quarta, 26 de setembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Moka reage com indignação a falsa atribuição de discurso

3 Set 2004 - 17h39
O presidente regional do PMDB, deputado federal Waldemir Moka, reagiu com indignação à afirmação a ele atribuídas de que os votos do atual prefeito de Bonito, Geraldo Marques, são de "Porcos sem raça". Moka lembra que nunca fez discurso agressivo em sua carreira política.

"Eu disse que o PT protemeteu gerar 10 milhões de emprego, prometeu duplicar o salário mínimo. Quen prometeu um salário mínimo do tamanho do João Grandão e deram menor do que o professor Biffi", contou Moka. "Isso não é agressivo", emendou.

Informa que também disse em Bonito que o PT faz muito barulho, muita gritaria e "é igual a “tosa de porco: muito grito e pouco pelo", o que não tem nada a ver com criticar eleitores que teriam optado pela candidatura de Marques.

"Agora xingar é outra história. Quando fiz o discurso todo mundo riu, foi uma sátira, ironizando, mas jamais querendo ofender alguém", garantiu o deputado peemedebista.
 
MS Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLITICA
Silvio Santos nega apoio a Bolsonaro e diz que não revela voto
HORARIO DE VERÃO
Governo federal confirma início do horário de verão para 4 de novembro
VEICULO ROUBADO
Carro roubado é arrastado por onibus; suspeito ficou gravemente ferido
AMEAÇAS
Marilia Mendonça Denuncia ameaças após aderir à campanha contra Bolsonaro
FATALIDADE
Adolescente sai para jogar futebol com amigos e morre afogado
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Maura fala sobre transar com homem: 'Detestei'
CORRIDA SUCESSÓRIA
Ibope mostra Bolsonaro estagnado com 28% e Haddad cresce 3 pontos e vai a 22%
FUTEBOL
Pela sexta vez Marta é eleita a melhor jogadora do mundo
FUGA FRACASSADA
Tentativa de fuga termina com agente de cadeia e detentos feridos
ASSASSINATO
Por quebrar "pacto de sangue" homem é assassinado juntamente com amigo