Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 13 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Moka define calendário para discussão do Orçamento de 2011

6 Set 2010 - 10h09Por Fátima News com assessoria

O Orçamento da União para 2011 começa a tramitar oficialmente no Congresso Nacional nesta segunda-feira (6) e deve ter sua votação concluída até 22 de dezembro. É o que prevê calendário divulgado pela Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional, presidida pelo deputado sul-mato-grossense Waldemir Moka (PMDB).

Moka estipulou o período de 25 de outubro a 3 de novembro para que as bancadas estaduais apresentem as emendas ao Orçamento. Cada Estado pode propor entre 15 e 20 emendas, sem limites de valores. São por meio dessas propostas que governadores e prefeitos tiram a maior parte dos recursos investidos em obras e projetos.

Cada parlamentar ainda dispõe de até 25 emendas individuais, no total de R$ 12,5 milhões. No caso de Mato Grosso do Sul, a bancada de três senadores e oito deputados poderá apresentar até 275 emendas, totalizando R$ 137,5 milhões. Essas emendas são utilizadas para obras de pequeno e médio porte, já que o valor de cada projeto varia de R$ 300 mil a R$ 1 milhão.

O presidente da Comissão diz que vai cumprir os prazos regimentais. O Congresso tem até 22 dezembro para concluir a votação do Orçamento da União do próximo ano. “Esse é o meu compromisso. Vamos entregar para o próximo presidente o orçamento no prazo e, preferencialmente, perto do ideal”, garante.

MS terá prioridade

Moka quer usar o seu prestígio de presidente da Comissão de Orçamento, a mais importante do parlamento brasileiro, para trazer mais recursos para Mato Grosso do Sul. “Evidentemente que o principal objetivo é construir um orçamento para o país, de tal forma que o governo federal tenha condições de fazer os investimentos essenciais à população. No entanto, não vou me esquecer dos 78 prefeitos do meu Estado”, assegura.

Candidato ao Senado, Moka foi considerado pelos jornais O Globo e O Estado de S. Paulo campeão na liberação de recursos federais entre os 594 parlamentares - 513 deputados e 81 senadores. "Tenho certeza de que, como senador, vou fazer muito mais pelo o meu Estado", promete.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALERTA NA NET
Golpe no WhatsApp engana usuários ao prometer brindes falsos de Natal
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Luz passa mal ao abraçar e beijar a mãe pela primeira vez
FURACÃO
Atlético-PR ganha nos penaltis e é campeão da Sul-Americana
PROVAS ROBUSTAS
PF apreende R$ 2 milhões em busca em endereços de Aécio e aliados de Temer
INCREDIBILIDADE
Um Governo ficha-suja: mais da metade dos ministros estão enrolados
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Aranha descobre marca de pata de gato de Gabriel, tira foto e conta aos guardiã
SUSTO
Celular pega fogo no bolso da calça e deixa homem com queimaduras na perna e mãos
PROCURADO
Com prisão decretada desde setembro, Dado Dolabella é considerado foragido da Justiça
DICAS DE MARKETING
5 dicas de marketing para um negócio de dropshipping
CRIME HEDIONDO
Câmera flagra ataque de suspeito de estuprar garota de 14 anos em SP; vídeo