Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 19 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Ministro ameaça intervir em planos com reajustes de 11,75%

27 Jul 2004 - 07h00

O ministro da Saúde, Humberto Costa, reafirmou que o governo se mantém em uma posição clara e firme quanto aos reajustes dos planos de saúde. "Não se pode impor reajuste superior a 11,75%, e mesmo os planos antigos só podem aplicar os valores do reajuste dos contratos a partir de 2003", afirmou. O ministro lançou hoje em Curitiba o Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), no estado.

Segundo o ministro, as administradoras dos planos de saúde não podem retroagir para buscar perdas do passado. Ele disse que o governo irá até as últimas conseqüências para fazer valer os 11,75%. "O governo pode mesmo chegar até à intervenção ou tirar a empresa do mercado", advertiu.

Um projeto em análise no Ministério da Saúde deve ser encaminhado em breve ao Congresso Nacional propondo que os usuários que já cumpriram a carência no seu plano original possam mudar de plano sem que a carência tenha que ser cumprida novamente. Na opinião do ministro Humberto Costa a medida permitiria uma grande concorrência no mercado e conseqüentemente a redução de preços e melhoria na qualidade dos serviços.

Deixe seu Comentário

Leia Também

A QUE PONTO CHEGAMOS
Mãe mata o próprio filho após ser flagrada com amante pelo menino
MINÍSTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Tereza Cristina anuncia seis secretários para Ministério
FAMOSIDADES
Silvio Santos se pronuncia sobre polêmica com Claudia Leitte e reage a campanha feminista
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'