Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 22 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Ministro ameaça intervir em planos com reajustes de 11,75%

27 Jul 2004 - 07h00

O ministro da Saúde, Humberto Costa, reafirmou que o governo se mantém em uma posição clara e firme quanto aos reajustes dos planos de saúde. "Não se pode impor reajuste superior a 11,75%, e mesmo os planos antigos só podem aplicar os valores do reajuste dos contratos a partir de 2003", afirmou. O ministro lançou hoje em Curitiba o Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), no estado.

Segundo o ministro, as administradoras dos planos de saúde não podem retroagir para buscar perdas do passado. Ele disse que o governo irá até as últimas conseqüências para fazer valer os 11,75%. "O governo pode mesmo chegar até à intervenção ou tirar a empresa do mercado", advertiu.

Um projeto em análise no Ministério da Saúde deve ser encaminhado em breve ao Congresso Nacional propondo que os usuários que já cumpriram a carência no seu plano original possam mudar de plano sem que a carência tenha que ser cumprida novamente. Na opinião do ministro Humberto Costa a medida permitiria uma grande concorrência no mercado e conseqüentemente a redução de preços e melhoria na qualidade dos serviços.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'