Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Ministra defende política de cotas em concursos públicos

14 Set 2004 - 10h12
A ministra da Secretaria Especial de Políticas para Promoção da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro, disse que uma das principais atividades desenvolvidas pela secretaria está relacionada às comunidades quilombolas. Ela destacou a regularização dos títulos de propriedade das terras a e melhoria das condições de habitação, saúde e educação dessas comunidades.

De acordo com a ministra, existem 743 comunidades quilombolas em todo o Brasil, das quais 22 só no estado do Rio de Janeiro. A ministra afirmou que é a favor da política de cotas nas universidades, e que existem estudos na da própria secretaria para a adoção do sistema em órgãos públicos.

“Estas vagas seriam destacadas no próprio concurso público e o percentual da cota deve variar de acordo com cada estado, levando em consideração a quantidade de negros que nele habita. Já existem experiências em curso em alguns governos municipais. Isso não quer dizer que algo será realizado em breve - por enquanto, ainda estamos testando essa idéia", disse Matilde Ribeiro.

A ministra fez palestra na reunião do Conselho Empresarial de Responsabilidade Social, da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro.
 
APn
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação