Menu
SADER_FULL
sábado, 19 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Ministério do Turismo deve divulgar até abril plano de metas

22 Out 2004 - 16h37
O Ministério do Turismo já está elaborando o plano de metas do setor até 2010 e deverá divulgá-lo até abril do próximo ano. Segundo o ministro Walfrido Mares Guia, com o plano, poderão ser obtidos resultados relevantes em termos de entrada de turistas internacionais no Brasil e, por extensão, no Mercosul. “Temos que trazer turistas de outros países, mostrando a eles que nós somos 'hermanos' e estamos irmanados no Mercosul, no sentido de oferecer o que há de melhor”, disse o ministro.

O Brasil recebeu, no ano passado, 4,2 milhões de turistas, dos quais 1,2 milhão de argentinos. Os números consolidados de turistas estrangeiros nos quatro países do bloco - Brasil, Uruguai, Paraguai e Argentina - não são superiores a 5 milhões, calculou o ministro. Ele acredita que esse total poderá dobrar em quatro ou cinco anos, no máximo, a partir do plano estratégico que está sendo montado pelos Ministérios do Turismo dos países do Mercosul. Para isso, existe entrosamento, recursos e competência, além do fato de que as políticas de turismo são prioridade nos quatro países, acrescentou.

Walfrido Mares Guia reconheceu a distância que ainda separa o Brasil de outras nações, como a Espanha, que tem uma atividade turística muito dinâmica e responsável por grande parte da entrada de divisas na economia espanhola.

“A gente não pode comparar nunca a situação do Brasil com a da Espanha, da França ou da Itália, que estão rodeados de países ricos, todos interligados agora na União Européia”, observou o ministro. Segundo ele, há um longo trabalho a ser desenvolvido por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai para que esses países sejam ligados por rodovias e ferrovias de primeira linha. “Não temos nenhuma ferrovia para escoar nossa produção industrial via Pacífico!”, ressaltou.

Na opinião do ministro, enquanto não são realizadas as obras de infra-estrutura necessárias à dinamização do turismo e maior integração no Mercosul, deve-se lutar com as armas existentes, entre elas, a melhoria das conexões, de modo a facilitar o fluxo turístico, e a ampliação e criação de alternativas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares