Menu
SADER_FULL
quarta, 16 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Ministério destinou 10 ambulâncias para Campo Grande

22 Out 2004 - 17h23

Começou hoje o Curso preparatório para Regulação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, no auditório da Escola de Saúde Pública, sito na Avenida Filinto Müller, 1480, Vila Ipiranga. O Curso acontece até amanhã com a presença de dois palestrantes do Ministério da Saúde.

 

Os objetivos do curso é o de qualificar os profissionais através das portarias 2048/GM, 1863/GM e 1864/GM, conscientizar sobre a importância da regulação dos serviços de saúde, caracterizar a Central Reguladora como observatório do sistema e conscientizar e atualizar sobre Política Nacional de Atendimento às Urgências.

 

Nessa primeira fase de implantação, o serviço funcionará primeiramente em Campo Grande e a partir de 2005 nas cidades de Dourados, Corumbá e Três Lagoas.

 

O Ministério da Saúde destinou para Campo Grande 10 ambulâncias, duas para o atendimento dos pacientes com risco de morte e atendimento pré-hospitalar e oito ambulâncias para o atendimento de média complexidade.

 

O trabalho do SAMU será desenvolvido em parceria com o Corpo de Bombeiros quando houver a necessidade de resgate, como objetivo de garantir um melhor atendimento de urgência e emergência para toda a população.

 

O SAMU, através da Central de Regulação de Leitos, funciona como um observatório privilegiado do sistema de saúde, por meio do qual pode se identificar precocemente as principais causas de morbimortalidade e as necessidades sociais em saúde.

 

O atendimento rápido a quadros agudos de natureza traumática e clínica, através do envio de ambulâncias de suporte básico e avançado com equipes de saúde, contribui significativamente para a redução do índice de mortes precoces. Segundo pesquisa, as causas externas (acidentes de trânsito, homicídio, suicídio) podem ser evitadas de 20 a 50% com o atendimento adequado.

 

A Central é acionada gratuitamente pelo público através do telefone (192), iniciando todo o procedimento de atendimento ao chamado. Um médico irá definir a resposta mais adequada, fazendo a triagem, que pode ser desde um conselho médico até o envio de uma equipe de atendimento ao local da ocorrência.

 

 

Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'
ALERTA
Smartphone afeta a saúde mental, e o dano pode começar em crianças de 2 anos!
TRAGÉDIA
“Tentei socorrer ele, mas não deu certo”: conta filho de motociclista levado por enxurrada
FURIA DA NATUREZA
Enxurrada derruba casa e provoca pânico e destruição
NOVELA GLOBAL
Gabriel e Valentina viram inimigos mortais em 'O sétimo guardião'
REALITY SHOW
BBB 19 começa hoje. Na Rocinha Casa de Darnrley vira "QG" de Torcida
POSSE DE ARMAS
Bolsonaro assina nesta terça-feira decreto que facilita posse de armas
HEROINA
Professora Helley, que salvou crianças de incêndio em Janaúba, é homenageada e dá nome a rodovia
FAMOSIDADES
Doente, José Mayer foi esquecido pela Globo e abandonado por ‘Amigos’