Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Ministério da Saúde propõe ampliação da idade para doar sangue

4 Jun 2010 - 05h17Por Folha Online

Desde quarta-feira (2), o cidadão pode opinar via internet sobre a proposta que prevê ampliar a faixa etária para doadores de sangue no Brasil. O Ministério da Saúde propõe que jovens de 16 a 17 anos de idade (mediante autorização dos pais) e idosos de 65 a 68 anos também possam doar sangue.

Atualmente, somente pessoas entre 18 e 65 anos podem doar sangue. De acordo com o ministério, o índice de doadores de sangue no Brasil é de cerca de 1,8% da população o que gera, em média, 3,5 milhões de bolsas de sangue por ano. Segundo recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde), o Brasil necessita de 5,7 milhões de bolsas de sangue por ano para manter os estoques regulares.

Com a ampliação, o ministério estima que 13,9 milhões de pessoas poderão ser doadoras. Os Estados Unidos, segundo o ministério, já permitem a doação de jovens menores de 18 anos e idosos acima de 65 anos de idade.

A consulta pública sobre a proposta vai até o dia 2 de agosto no site www.saude.gov.br/consultapublica.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação