Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 17 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Ministério da Justiça instala Território da Paz em Curitiba

18 Jun 2010 - 07h01Por Agência Brasil

Curitiba - O município de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, passa a partir de hoje (17) a ser um Território de Paz. É a primeira das oito cidades da região, que serão beneficiadas pelas ações do Programa Nacional de Segurança Pública (Pronasci), do Ministério da Justiça.

Serão implantados doze programas de ação social, com o objetivo de reduzir o índice de violência no município, que integra a lista dos 100 mais violentos do país, com 40 casos de homicídios por cada grupo de 100 mil habitantes.

Durante a solenidade de lançamento, o ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, anunciou a liberação de R$ 54 milhões em projetos nos oito municípios que irão participar do programa. Desse total, R$ 7 milhões serão aplicados em São José dos Pinhais. “O que pretendemos é reconquistar territórios que foram atingidos pela violência, criminalidade e a melhor maneira de fazer isso é com prevenção, com toda a comunidade envolvida na busca de soluções” disse o ministro, citando exemplos onde o programa já gerou resultados.

“Em Santo Amaro, no Recife conseguimos reduzir em 70% o total de homicídios, e o mesmo aconteceu em Salvador. No Rio de Janeiro estamos transformando a realidade de localidades como a comunidade Dona Marta”.

Segundo o ministro, todas as ações do Território da Paz que atualmente estão sendo desenvolvidas em 13 estados podem ser definidas como uma junção de atitudes idealizadas “com inteligência e estratégia, num esforço conjunto entre os governos federal, estadual e municípios, mas principalmente com o envolvimento da população, que conhece a realidade do bairro que mora” .

Barreto lembrou que o ministério conta com um orçamento anual para o Pronasci de R$ 1,4 bilhão, recursos que vêm sendo aplicados em políticas sociais transformadoras de segurança pública.

O ministro detalhou como será o programa no Paraná, que já tem ações do Pronasci sendo desenvolvidas desde 2008. “Serão beneficiados, imediatamente, 240 jovens no Protejo (Proteção de Jovens em Território Vulnerável). São jovens  de 15 a 24 anos que ficarão longe da violência, que vão se envolver com atividades culturais, esportivas e educacionais e ainda receber um auxílio mensal de R$ 100”, disse o ministro.

Serão formadas 150 Mulheres da Paz, que atuarão na prevenção da violência e vão estimular os jovens a participar dos programas do governo federal, recebendo como incentivo uma bolsa mensal de R$ 190.

Além do  policiamento comunitário, da criação do Núcleo de Justiça Comunitário que prestará informações à população sobre seus direitos, serão feitos nos oito municípios da região metropolitana paranaense, projetos de esporte e lazer, Economia Solidária, Pintando a Cidadania, Praça da Juventude, Pontos de Memória, Projeto Aprender e Escola Participativa.
 

 



Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto