Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Ministério autua quatro empresas de MS por trabalho escravo

21 Mar 2007 - 15h30
 

José Maurício dos Santos-ME, Ronaldo Machado Correia Junior-ME, Ivaldir Antônio Torres e Lúdio Garcia de Freitas foram autuados em Mato Grosso do Sul por empregarem 26 pessoas em trabalho escravo e constam, desde dezembro do ano passado, no Cadastro de Empregadores divulgado pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego ). Segundo o Ministério, o nome desses empregadores e mais 162 empresas do País, consta no cadastro devido a não quitação das multas impostas, por reincidência na prática do ilícito e, em razão dos efeitos de ações em trâmite no Poder Judiciário.

De acordo com o relatório, a primeira empresa do Estado está localizada na Fazenda Palmares do Peixe, em Bonito, onde oito pessoas foram resgatadas, já o segundo caso é na Fazenda Lageado e São Vitor, em Caracol, onde foram encontrados 10 trabalhadores de forma irregular, o terceiro caso ocorreu na Fazenda Alto Alegre, em Cassilândia, com um trabalhador em situação de escravidão e por último na Fazenda Pedra Branca, em Chapadão, com libertação de sete pessoas.

Os empregadores que regularizarem a situação podem ter o nome eliminado da lista. A atualização semestral do Cadastro consiste basicamente na inclusão de empregadores cujos autos de infração não estejam mais sujeitos aos recursos na esfera administrativa (decisão definitiva, pela subsistência) e da exclusão daqueles que, ao longo de dois anos, contados de sua inclusão no Cadastro, lograram êxito em sanar irregularidades identificadas pela inspeção do trabalho e atenderam aos requisitos previstos na Portaria nº. 540 de 15.10.2004.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação