Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 20 de abril de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Milho opõe agricultores e ministério

2 Jul 2010 - 15h50Por Folhapress

Uma consulta pública sobre mudança nos critérios de análise da qualidade do milho brasileiro colocou em rota de colisão produtores paranaenses do grão e o Ministério da Agricultura.
Os agricultores do Paraná, Estado que lidera a produção nacional de milho (23% do total), veem a proposta do ministério como incentivo para abandonar o cultivo.
Pesquisa organizada pela Ocepar (Organização das Cooperativas do Paraná) com base nos critérios propostos na consulta apontou que 85% do milho produzido no Estado não estaria em condições de ser comercializado.
Pelos padrões atuais, 97% do milho do Paraná é enquadrado como um dos três tipos do grão (tipos 1, 2 e 3) em condições de ser vendido. "É um milho de padrão norte-americano", afirma Flávio Turra, diretor-técnico da Ocepar.
As novas regras sobre as condições de comércio do produto analisam se o grão está quebrado, mofado, queimado ou acompanhado de impurezas.
Os critérios propostos pelo ministério aumentam o grau de exigência com relação a esses problemas do milho.


Defasada

"O que se pede é um ano de prazo para a adaptação às novas medidas e menos rigor", diz Turra.
Estabelecida em 1976, a atual classificação do milho está defasada em razão dos avanços das tecnologias de produção, segundo o Ministério da Agricultura.
A coordenadora-geral substituta de qualidade vegetal do ministério, Karina Leandro, confirma que a mudança será resultado de um acordo entre os elos da cadeia produtiva após o encerramento da fase de coleta de sugestões, que termina no dia 7 deste mês.
"É uma consulta pública, nada é definitivo ainda. A proposta é a melhor dentro do que a gente estudou, pensando em todos os elos da cadeia, principalmente no consumidor, que vai receber um produto de melhor qualidade", diz a coordenadora.
Segundo ela, a decisão sobre a nova classificação só deverá sair em agosto, com uma reunião entre todos os setores envolvidos.
A classificação é obrigatória para três situações específicas de mercado: para o milho destinado ao consumo humano, para regulamentar as compras e vendas do poder público e para padronizar as importações do grão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Confira agora os 5 passeios mais românticos de Bonito (MS)
EM ÁUDIO VAZADO
Em áudio, Onyx diz que governo deu 'uma trava na Petrobras', caminhoneiros podem ficar sossegados
EMOÇÃO E RECOMEÇO
Mãe e filho se reencontram em hospital após desabamento de prédios
ACIDENTE FATAL
Três morrem em explosão provocada por vazamento de botijão de gás
NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
Menino de 12 anos foge de casa, burla esquema de segurança e embarca em avião
DEU RUIM
Vítima reage e mata assaltante que tentava roubar camioneta em Toledo – ASSISTA VÍDEO
PAI MONSTRO
Pai é preso suspeito de estuprar e engravidar a filha de 11 anos
15 METROS DE ALTURA
MILAGRE – Menina de um ano que caiu do 4º andar de prédio não sofreu nenhuma fratura