Menu
SADER_FULL
terça, 20 de agosto de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Milan dá o troco no Liverpool e é campeão

23 Mai 2007 - 17h19
De maneira sofrida, com um gol "sem querer" e outro fruto da genialidade de Kaká, o Milan se vingou da derrota de 2005 para o Liverpool, venceu o rival por 2 a 1 nesta quarta-feira no Estádio Olímpico de Atenas e conquistou o título da Liga dos Campeões pela sétima vez em sua história.
A vitória começou a ser desenhada aos 44 minutos do primeiro tempo: Pirlo cobrou falta sofrida por Kaká, a bola bateu em Inzaghi no meio do caminho e desviou do goleiro Reina. No segundo, aos 37, o craque brasileiro deu um toque perfeito para Inzaghi marcar o segundo. Durante quase todo o jogo, os italianos foram pressionados pelos Reds e Dida teve que fazer boas defesas para garantir a taça. Kuyt conseguiu diminuir aos 43 da etapa final.
O Rubro-negro é o segundo maior campeão da competição, atrás do Real Madrid (nove títulos) e na frente dos Reds (cinco). A conquista do Milan faz com que a Itália empate com a Espanha na liderança dos países com mais taças, 11. A Inglaterra tem dez.
Há dois anos, o Liverpool havia vencido o Milan em uma final histórica em Istambul. O time italiano chegou a fazer 3 a 0, mas os ingleses empataram e foram campeões nos pênaltis. Agora, o troco foi dado.

Inzaghi corre para receber o abraço de Pirlo: meia bateu falta, atacante fez o golMesmo com apenas um atacante (Rafa Benítez deixou Crouch no banco e entrou com Kuyt), o Liverpool partiu para cima do Milan e dominou o primeiro tempo. Aos dez, Dida já teve trabalho: Jankulovski dominou mal, Pennant roubou a bola, entrou pela direita e bateu cruzado, obrigando o goleiro brasileiro a fazer grande defesa.
A pressão dos Reds continuou e o Milan conseguiu a primeira chance com Kaká, aos 16. O camisa 22 arriscou de fora da área, mas Reina pegou sem susto. Seis minutos depois, foi a vez de Gerrard chutar de longe, por cima do gol de Dida.
 
 
ANO FINAIS DO MILAN
1957/1958 Milan 2 x 3 Real Madrid 
1962/1963 Milan 2 x 1 Benfica 
1968/1969 Milan 4 x 1 Ajax 
1988/1989 MIlan 4 x 0 Steaua 
1989/1990 Milan 1 x 0 Benfica
1992/1993 Milan 0 x 1 Olympique
1993/1994  Milan 4 x 0 Barcelona
1994/1995  Milan 0 x 1 Ajax
2002/2003  Milan 0 (3) x (2) Juventus
2004/2005  Milan 3 (2) x (3) Liverpool 
2006/2007 Milan 2 x 1 Liverpool 
 Aos 26, mais perigo para Dida.  Após a zaga tirar, Xabi Alonso dominou de fora e bateu rasteiro, rente à trave direita. Jankulovski voltou a errar aos 35 e deu mais uma chance para o Liverpool marcar: Pennant rouou a bola de novo e tocou para Kuyt, que foi travado na hora do chute.
O famoso "quem não faz leva" apareceu aos 44. Kaká sofreu falta de Xabi Alonso na entrada da área. Pirlo cobrou à meia altura, a bola bateu no ombro de Inzaghi e deixou Reina, que pulava para o canto certo na esquerda, fora da jogada. Gol de Inzaghi: Milan 1 a 0 antes do intervalo.
 
Kaká buscou arrancadas durante o jogo, mas foi decisivo com apenas um passeO Liverpool continuou em cima do Milan no início do segundo tempo, principalmente nos cruzamentos. Os italianos tentavam no contra-ataque, com Kaká e Inzaghi. Aos 11, o camisa 9 entrou na área e driblou um rival, mas perdeu a bola na hora do chute.
Aos 13, Benítez tira Zenden e coloca o australiano Kewell em campo para ajudar Kuyt no ataque. Um minuto depois, Kaká arrancou pela esquerda e recebeu falta de Carragher, quase na área. O zagueiro levou cartão amarelo. Pirlo cobrou, mas desta vez por cima do gol.
Gerrard teve, aos 17, a melhor chance para empatar. Gattuso errou o passe, a bola ficou com o craque inglês, que passou por Nesta e arrancou pela esquerda, ficando sozinho na frente de Dida: Gerrard mirou o canto esquerdo, mas o goleiro salvou o Milan.
 
Nove minutos depois, outra boa oportunidade com Gerrard. O capitão dos Reds, de bem longe, chutou rasteiro e a bola passou perto da trave direita, assustando Dida.
Aos 32, Benítez tirou o ex-corintiano Mascherano e escalou o grandalhão Crouch. Mas a genialidade de Kaká e o oportunismo de Inzaghi falaram mais alto: aos 37, o brasileiro deu um toque perfeito para o atacante no meio da zaga, ele entrou, driblou Reina e tocou para o fundo das redes.
Aos 43, o Liverpool fez a torcida do Milan lembrar o trauam de 2005: após cruzamento da esquerda, Kuyt tocou de cabeça e diminuiu. Era a esperança inglesa para arrancar o empate nos minutos finais.
 
 
G1
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 VERBAS
Emissão de CPF e restituição do IR podem ser suspensas pela Receita
100 PENA
'Não tem que ter pena', diz Jair Bolsonaro sobre uso de atirador de elite após sequestro de ônibus
ACIDENTE TRÁGICO
Morte de três profissionais em acidente comove a cidade
100 TETO
Na busca por emprego, homem 'mora' em abrigo de papelão
PÂNICO NO ÔNIBUS
Atirador de Elite mata homem que fez reféns em ônibus
AGORA DEU MEDO
Velório é interrompido após morto 'apertar' mão da esposa
TRAGEDIA NA RODOVIA
Três pessoas morrem em acidente envolvendo carro e caminhão na BR-277
FATALIDADE
Jovem mulher morre ao levar choque usando o secador de cabelos
ABSURDO - BRASIL
Mulher mata o marido a facadas e leva pênis para a amante dentro de um copo
MORTE E COMOÇÃO
Jovem caminhoneira morre em acidente e comove colegas de toda a região